PUB
Recheio 2024 Institucional

Projeto portuense “Dar Sentido à Vida” já conseguiu formar cerca de 200 pessoas

Projeto portuense

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O projeto “Dar Sentido à Vida”, que nasceu há dez anos no seio dos Serviços de Assistência Organizações de Maria (SAOM), retirou das ruas do Porto e do consumo de drogas ou álcool mais de 200 pessoas, introduzindo-as no mundo do trabalho, na hotelaria e restauração.

De acordo com a presidente da SAOM, Ana Pereira, o projeto começou através da “perceção de ausência de respostas para uma determinada faixa da população” que era recorrente ver-se na rua, “sem abrigo e com a problemática dos consumos”.
O objetivo foi criar um projeto “que ao mesmo tempo qualificasse aquelas pessoas do ponto de vista académico e profissionalmente, dotando-as de capacidades para a inserção no mundo do trabalho”, disse à agência Lusa.
Ao longo dos dez anos já foram dados e concluídos nove cursos nas áreas de Ajudante de Cozinha, Empregado de Mesa e Empregado de Andares e sete cursos pré-profissionais de Iniciação à Pastelaria.
“Temos tido um grande sucesso ao nível da empregabilidade. Já passaram por este projeto mais de 200 pessoas e temos cursos em que a empregabilidade é de quase 100%”, sublinhou a responsável.
A triagem para o acesso aos cursos “é feita a partir de cidadãos que aceitem estar abstinentes quer do álcool quer de drogas”, disse a presidente da SAOM.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz