PUB
Philips S9000

Projeto desafia sem-abrigo a fotografar as cidades portuguesas

Projeto desafia sem-abrigo a fotografar as cidades portuguesas

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A Dreambooks lança esta sexta-feira, Dia Mundial da Fotografia, uma iniciativa diferenciada inserida no projeto “Portugal, Melhor Destino” e que pretende desafiar os sem-abrigo a fotografar as cidades. O projeto, que vai arrancar no Porto, prevê percorrer várias cidades do país.

O objetivo é a recolha de imagens que promovam as cidades enquanto destino turístico, e a primeira edição conta já com o apoio da Câmara Municipal do Porto, Centro Português de Fotografia e Instituto Português de Fotografia, da Fujifilm e do Olhares.
A organização quer “conseguir um olhar diferente sobre as cidades, ao mesmo tempo que promove a integração e valorização dos participantes, assim como a recolha de fundos que irão reverter a favor de instituições com fim social”.
A iniciativa “Portugal, o Melhor Destino” envolveu, em 2012, milhares de fotografias enviadas por portugueses, tendo recebido o certificado oficial do Guinness do maior álbum fotográfico do mundo. Com 4,5 metros de altura e 8 metros de comprimento, incluía 10 mil fotografias que ilustravam todas as regiões de Portugal e várias expressões da portugalidade.
Agora o cenário é a cidade Invicta e, esta sexta-feira, será relançado o site www.portugalmelhordestino.pt onde, para além da apresentação do projeto, serão recebidas as candidaturas das instituições interessadas em participar.
Os “novos fotógrafos” vão ser apresentados naquela página na internet até 17 de outubro, Dia Mundial para a Erradicação da Pobreza e dos Sem-Abrigo, dia em que os selecionados irão receber uma breve formação técnica e uma câmara fotográfica.
A recolha de imagens decorrerá na semana seguinte, sendo as fotografias colocadas posteriormente numa plataforma onde os portugueses poderão votar nas suas preferidas. As imagens mais votadas serão depois objeto de uma exposição.
“Quando lançámos o projeto ‘Portugal, o Melhor Destino’ tivemos cerca de 15 mil participantes, mas o que pretendemos agora é incluir pessoas mais desprotegidas num projeto diferenciado, que promova as cidades enquanto destino turístico, mas que mostre um olhar diferente”, releva Bruno Pinto, diretor da Dreambooks, empresa que se dedica à produção de álbuns digitais, presentes e produtos de decoração personalizados com fotografia.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce