PUB
Recheio 2024 Institucional

Projeto de Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira é o único português finalista do Building of the year 2021

Projeto de Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira é o único português finalista do Building of the year 2021

O MoAE – Huamao Museum of Art Education (Museu de Arte e Educação), na cidade chinesa de Ningbo, projetado pelos arquitetos Álvaro Siza Vieira e Carlos Castanheira, é um dos cinco nomeados na categoria Arquitetura Cultural para o Prémio ArchDaily – Edifício do Ano 2021.

O museu, situado junto ao lago Dongqian, tem cerca de seis mil metros quadrados. Inaugurado em novembro de 2020, o edifício, com uma altura de 25 metros, em vez de escadas tem uma rampa sem barreiras a ligar os cinco andares e é iluminado apenas por janelas situadas no rés do chão e no topo do museu.

Álvaro Siza e Carlos Castanheira são autores de vários emblemáticos projetos no continente asiático. A colaboração entre os dois arquitetos foi iniciada em 2005 com a construção de um pavilhão na Coreia do Sul. “É graças a eles que há um “Edifício sobre a água”, nome da construção de Huai’an, o Mausoléu Chia Ching, em Taiwan e ainda o Museu Bauhaus em Hangzhou, China”, aponta a revista Visão.

O MoAE é o único projeto português finalista da conhecida plataforma de arquitetura, Archdaily, na categoria de Arquitetura Cultural.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A votação neste projeto decorre até 18 de fevereiro (12h) e poderá ser feita aqui.

Os vencedores de cada categoria serão anunciados nesse dia.

Foto: © Bowen Hou

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem