CMPorto

Primeiro Laboratório de Cidades Relacionais será em Gaia

Primeiro Laboratório de Cidades Relacionais será em Gaia

O primeiro Laboratório de Cidades Relacionais do país terá as suas instalações em Vila Nova de Gaia, mais precisamente na Casa dos Ferradores, num protocolo assumido entre a empresa municipal Gaiurb e o Instituto Padre António Vieira (IPAV).

De acordo com a Câmara Municipal, “o objetivo deste modelo, já aplicado em países como Inglaterra, França ou Estados Unidos, passa por aproximar as pessoas e as instituições, promovendo a resiliência”.

“O que se pretende é construir um modelo que mostre como conseguimos nas nossas cidades melhores relações para mais capital social e mais resiliência”, explicou Rui Marques, do IPAV, à agência Lusa.

Dando o exemplo dos efeitos causados pela pandemia de covid-19 acrescentou: “os impactos da pandemia na saúde mental e no bem-estar são muito graves e evidentes. Isto tem uma correlação fortíssima com os défices relacionais que aconteceram durante a pandemia com o isolamento e afastamento social, uso da máscara e o outro como ameaça. Percebemos de forma muito clara que precisamos de cidades mais resilientes e mais coesas com maior capital social, com maiores relações de confiança e de cuidado mútuo. Isso joga-se na qualidade das relações”.

A este laboratório caberá, assim, a responsabilidade de aconselhar e dar dicas para que as relações entre os vários agentes melhorem. Vila Nova de Gaia será a cidade piloto, mas o objetivo é expandir este projeto a outras regiões dentro e fora do país.

Foto: CM Gaia

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/menu-seleccao-do-chef/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=menuchef