PUB
Recheio 2024 Institucional

Presidente da associação Amigos do Coliseu do Porto demitiu-se

Presidente da associação Amigos do Coliseu do Porto demitiu-se

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
“Não é possível continuar assim”, defendeu José António Barros, referindo-se à questão da falta de financiamento da sala portuense.

O presidente da direção dos Amigos do Coliseu do Porto, José António Barros, demitiu-se do cargo que ocupa há 18 anos, na sequência da ausência de uma solução para o financiamento do equipamento portuense. A decisão foi comunicada na assembleia-geral da instituição, realizada esta quarta-feira à tarde. Após a reunião, José António Barros informou que os presidentes da Assembleia Geral e do Conselho Fiscal optaram igualmente por renunciar aos seus cargos. Segundo frisou, as renúncias produzem efeitos a partir de quarta-feira “para deixar aos sócios fundadores – Estado, Área Metropolitana e Câmara Municipal do Porto – toda a capacidade e toda a liberdade para resolverem o problema”.
De acordo com José António Barros, o Coliseu precisa de 200 mil euros anuais para o seu funcionamento e, por isso, “ou tem algum apoio, ou não sobrevive”. O responsável defendeu ainda que “não há uma concorrência transparente e aberta”, acrescentando que há espaços que “são fortemente apoiados ou subsidiados pelo Estado ou pela autarquia”. “Não é possível continuar assim”, constatou.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile