Revista Sabe Bem 70 - PD

Preço dos bilhetes da STCP deverá aumentar

Preço dos bilhetes da STCP deverá aumentar

Na próxima reunião de câmara, que terá lugar segunda-feira, dia 21, será apreciada a proposta que estabelece um aumento de 0,50€ no preço do bilhete de bordo nos autocarros da rede STCP.

Segundo a proposta assinada por Rui Moreira, citada no portal de notícias da autarquia, esta medida é justificada com o aumento de custos da empresa – nomeadamente do gás natural, utilizado por 80% da frota – e enquadra-se na promoção da auto-sustentabilidade “económico-financeira do serviço público de transporte de passageiros explorado pela STCP”.

“Desde finais de 2021, inicialmente como consequência da retoma da atividade económica após a pandemia, e a partir de fevereiro de 2022, como consequência da invasão da Ucrânia pela Rússia, os custos energéticos da STCP sofreram aumentos muito consideráveis, tendo sido o preço médio do m3 de gás natural entre janeiro e outubro de 2022 de cerca de 155 cêntimos (1,55€) por comparação com um preço médio do m3 de cerca de 61 cêntimos (0,61€) para o ano de 2021, o que traduz um aumento na ordem dos 250%”, frisa o presidente da Câmara do Porto.

O autarca explica que “a frota da STCP é atualmente composta por 420 viaturas, 80% das quais operam a gás natural, pelo que o aumento do custo com combustíveis, nomeadamente no que respeita ao custo com a aquisição de gás natural, representa um aumento de cerca de 20% na estrutura de custos da empresa, por comparação com o ano de 2021, e de 24%, por comparação com o ano de 2020”.

Por outro lado, Rui Moreira sublinha que também existe “um objetivo de desincentivar a venda a bordo, para maior eficiência no serviço prestado”, concluindo que “a simplificação de trocos na venda a bordo também assume relevo nos tempos de paragem do autocarro durante as viagens para a respetiva venda, com consequente impacto na velocidade comercial das linhas. Este aspeto por si só justifica a necessidade de ser garantido sempre um valor que desejavelmente assuma quebras aos 0,50 cêntimos.”

Assim, caso a proposta seja aprovada, partir de 1 de janeiro de 2023 o bilhete de bordo sofrerá um aumento extraordinário de 24%, passando a custar 2,50€.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/sinta-o-natal-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem70&utm_campaign=sabebemfazbem