PUB
Santander Saúde

Portugal terá mais tempo para atingir as metas do défice

Portugal terá mais tempo para atingir as metas do défice

Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados do quinto exame da troika, o ministro afirmou ainda que a estratégia definida “é apropriada” e que a missão salientou os progressos significativos no ajustamento necessário para a diminuição dos desequilíbrios económicos e financeiros que persistiram durante mais de uma década.
Desta forma, o Governo poderá chegar ao fim do ano com um défice de 5% do PIB. Depois, em 2013, o défice terá de ser de 4,5% e de 3% em 2014. Para Vítor Gaspar, a alteração das metas do défice foi possível devido à “relação de credibilidade e confiança” estabelecida com os parceiros internacionais. O ministro das Finanças notou ainda que Portugal não vai receber mais dinheiro do FMI e dos parceiros europeus.

A correção do desvio orçamental deste ano e o cumprimento da nova meta do défice de 5% implicam a tomada de novas medidas para controlar a despesa.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem