PUB
Recheio 2024 Institucional

Portugal «caminha para o empobrecimento coletivo»

Portugal «caminha para o empobrecimento coletivo»

Questionado sobre se as Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) estão com “a corda ao pescoço”, o responsável afirmou que “a corda está bastante apertada e o que vale é que o coração está abaixo do pescoço e tem superado a razão”. De acordo com Lino Maia, tem sido “o voluntariado e o grande sentido patriótico destas instituições” que têm permitido prosseguir com o apoio às pessoas mais carenciadas. Sobre a intenção anunciada pelo PS de votar contra o próximo Orçamento do Estado, Lino Maia considerou que o partido “quis dar um sinal muito claro e mostrar ao Governo que é importante, neste momento, ponderar”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz