PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Portugal é o 6.º país mais envelhecido do mundo

Portugal é, hoje, o sexto país mais envelhecido do mundo, apresentando a taxa de natalidade mais baixa da Europa, segundo estudos divulgados esta sexta-feira.

Durante uma conferência realizada pelo Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV), subordinada ao tema “Demografia, Natalidade e Políticas Públicas”, a investigadora Anália Torres e a especialista em demografia Maria João Valente Rosa traçaram o retrato do país em termos de fecundidade, natalidade, envelhecimento e do papel da mulher no trabalho e na família. Ainda que a população portuguesa tenha aumentado 1,7 milhões entre 1960 e 2010, “no ano passado, batemos o recorde da mais baixa natalidade de sempre, com 89.841 nascimentos”, bastante menos do que os ainda assim poucos 107.598 registados em 2011, revelou Maria João Valente Rosa. Também de acordo com a investigadora do Instituto de Ciências Sociais e Políticas Anália Torres, Portugal foi o país onde mais desceu a natalidade entre 1990 e 2011 na Europa. Assim, “nascer em Portugal é nascer num país envelhecido”, refere Maria João Valente Rosa, salientando que em Portugal se “envelhece de forma acelerada”.

Portugal é o 6.º país mais envelhecido do mundo

 

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Portugal é, hoje, o sexto país mais envelhecido do mundo, apresentando a taxa de natalidade mais baixa da Europa, segundo estudos divulgados esta sexta-feira.

 

Durante uma conferência realizada pelo Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV), subordinada ao tema “Demografia, Natalidade e Políticas Públicas”, a investigadora Anália Torres e a especialista em demografia Maria João Valente Rosa traçaram o retrato do país em termos de fecundidade, natalidade, envelhecimento e do papel da mulher no trabalho e na família. Ainda que a população portuguesa tenha aumentado 1,7 milhões entre 1960 e 2010, “no ano passado, batemos o recorde da mais baixa natalidade de sempre, com 89.841 nascimentos”, bastante menos do que os ainda assim poucos 107.598 registados em 2011, revelou Maria João Valente Rosa. Também de acordo com a investigadora do Instituto de Ciências Sociais e Políticas Anália Torres, Portugal foi o país onde mais desceu a natalidade entre 1990 e 2011 na Europa. Assim, “nascer em Portugal é nascer num país envelhecido”, refere Maria João Valente Rosa, salientando que em Portugal se “envelhece de forma acelerada”.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile