PUB
PD- Revista Sabe bem

Porto: Obras no terreno da sala de consumo assistido terminam este mês

Porto: Obras no terreno da sala de consumo assistido terminam este mês

Após ter sido encontrada uma mina de estrutura granítica, que obrigou a trabalhos complementares, as obras no terreno da sala de consumo assistido, no Porto, deverão estar concluídas na segunda quinzena deste mês.

A Câmara do Porto, em resposta à agência Lusa, indicou que a obra de preparação do terreno está a decorrer no prazo previsto, apesar de ter sido encontrada, “de forma inesperada”, uma mina de estrutura granítica bastante antiga de águas pluviais, que “obrigou à contratação de trabalhos complementares” e à articulação com a empresa municipal Águas e Energia do Porto para que fosse encontrada uma solução.

“Esta situação implicou que a conclusão da obra visse o seu prazo prolongado, considerando que estava previsto que ficasse concluída na primeira quinzena de junho”, reforçou a autarquia.

A sala de consumo, que irá ficar instalada na “Viela do Mortos”, na zona de Serralves, deverá funcionar sete dias por semana, 10 horas por dia, em horário proposto pela entidade gestora e validado pela Comissão de Implementação, Acompanhamento e Avaliação.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A equipa deverá ser composta por profissionais em permanência, tais como um médico (quatro horas por semana), dois enfermeiros, um psicólogo (sete horas por semana), um assistente social (sete horas por semana), um técnico psicossocial e um educador de pares.

O espaço, destinado a utilizadores de substâncias psicoativas ilícitas, por via injetada e/ou fumada, irá contar com o apoio da Câmara do Porto no montante global de 650 mil euros.

O Programa de Consumo Vigiado do Município do Porto resulta da cooperação entre várias entidades, na sequência de um protocolo assinado em 2020 para a criação de respostas deste tipo na cidade.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem