Encomendas de Comida Fresca Natal - PD

Porto celebra Dia Nacional dos Centros Históricos com iniciativas gratuitas

Porto celebra Dia Nacional dos Centros Históricos com iniciativas gratuitas

No próximo sábado, dia 26 de março, a cidade do Porto vai estar em festa, com a celebração, antecipada, do Dia Nacional dos Centros Históricos (DNCH), que se assinala a 28 de março, uma segunda-feira.

À semelhança do que aconteceu em 2019, os festejos vão incluir um programa repleto de iniciativas, maioritariamente gratuitas, que se vão dividir entre visitas guiadas, exposições, oficinas e espetáculos de música e dança durante cerca de 10 horas.

A iniciativa arranca às 09h00 e termina às 19h00, reunindo iniciativas de mais de 20 entidades.

Segundo informação avançada pela empresa municipal Ágora, o Museu da Cidade apresenta um conjunto de “visitas guiadas no exterior, gratuitas, mas com necessidade de inscrição prévia”. Na Extensão do Douro, na Rua da Reboleira, será possível conhecer “a história que envolve esta rua e os seus edifícios, mostrando as ligações ao rio, à região do Douro e ao vinho”, na visita “Em Torno do Douro”, entre as 15h00 e as 16h00.

Por sua vez, na Casa do Infante o público terá oportunidade de visitar as “Obras de arte na zona ribeirinha” e a partir da Casa Guerra Junqueiro um “itinerário pelas ruas e ruelas em torno da Sé Catedral, onde se podem descobrir as marcas que fazem este território ser considerado Património Mundial”.

“Da Porta da Batalha à Porta da Ribeira” é outra das opções disponíveis para conhecer o centro histórico da cidade, com uma visita que vai mostrar um dos principais percursos da cidade medieval do Porto, entre a cota alta da Batalha até ao rio Douro, indica ainda.

Para as famílias, o Dia Nacional dos Centros Históricos apresenta um programa constituído por mais de 60 atividades. O Museu do Centro Hospitalar do Porto, por exemplo, desafia as famílias a desvendar vários enigmas relacionados com o edifício. “Enigmas do Museu”, enquanto o Departamento Municipal de Gestão do Património Cultural propõe a oficina “Se esta rua fosse minha”, para as crianças usarem a sua imaginação.

No âmbito das comemorações dos 500 anos da circum-navegação de Fernão Magalhães, o “World of Discoveries” convida a “vivenciar a realidade de uma nau do século XVI” nas sessões “Embarque na viagem de Fernão de Magalhães!.

Por sua vez, a Igreja de São José das Taipas convida a “Uma aventura em Família”.

Para os amantes de música e dança, há propostas no Palácio das Artes e no Terreiro da Sé, com um programa “exclusivamente de compositores portugueses, com obras de Hélder Bettencourt, José Silva Marques e Duarte Ferreira Pestana”.

O programa de atividades, completo, do dia 26 de março pode ser consultado aqui.
De referir que o Centro Histórico do Porto está classificado como Património Mundial pela UNESCO desde 1996.

PUB
www.youtube.com/watch?v=sGBN85XLjXI/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_campaign=natal