PUB
Recheio 2024 Institucional

Políticos, académicos e artistas querem referendo sobre Acordo Ortográfico

Políticos, académicos e artistas querem referendo sobre Acordo Ortográfico
António Arnaut e Manuel Alegre (PS), Pacheco Pereira e Manuela Ferreira Leite (PSD), Bagão Félix e Lobo Xavier (CDS-PP), o realizador de cinema António-Pedro Vasconcelos, o escritor Miguel Sousa Tavares, o maestro António Victorino d´Almeida e o músico Pedro Abrunhosa são alguns dos cidadãos envolvidos na iniciativa de referendo.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Várias personalidades das áreas da política, artes e cultura estão a recolher assinaturas com vista à realização de um referendo ao Acordo Ortográfico (AO1990) e pretendem questionar os candidatos a cargos políticos nas próximas eleições a propósito da matéria.
Entre os cidadãos envolvidos estão, por exemplo, António Arnaut ou Manuel Alegre (PS), Pacheco Pereira ou Manuela Ferreira Leite (PSD), Bagão Félix ou Lobo Xavier (CDS-PP), o realizador de cinema António-Pedro Vasconcelos, o escritor Miguel Sousa Tavares, o maestro António Victorino d´Almeida e o músico Pedro Abrunhosa. Mas a lista é mais vasta, juntando escritores, cientistas e professores num projeto que nasceu em abril, num fórum realizado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa com o título “Pela Língua Portuguesa, diga NÃO ao Acordo Ortográfico de 1990”. De recordar que, à luz da Constituição, o referendo pode resultar da iniciativa dos cidadãos mediante a apresentação à Assembleia da República de 75 mil assinaturas. Em comunicado, os promotores da iniciativa de referendo (https://referendoao90.wordpress.com/) sublinharam pretender que, “finalmente, os cidadãos se pronunciem sobre um assunto que sempre foi decidido e imposto sem a sua participação”.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile