PUB
Recheio 2024 Profissional

Politécnico do Porto não submete orçamento à tutela

Politécnico do Porto não submete orçamento à tutela

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
“Entendemos que não temos condições de fazer essa distribuição interna [entre faculdades]; ou a tutela repondera ou a tutela que o faça”, frisou a presidente do IPP, Rosário Gambôa.

O Instituto Politécnico do Porto (IPP) não vai submeter o orçamento do próximo ano, uma vez que considera não ter condições para distribuir internamente o financiamento, face a novos cortes.
Em declarações à Lusa, Rosário Gambôa, presidente do IPP foi perentória: “entendemos que não temos condições de fazer essa distribuição interna; ou a tutela repondera ou a tutela que o faça”. A responsável frisou ainda que o instituto já fez reestruturações internas mas recusa cortar na qualidade. “Já estamos com a situação no limite”, alertou, informando que a redução de financiamento do instituto para o próximo ano foi de 3,7%. Rosário Gambôa mencionou também que a entidade mantém o nível de financiamento de 2006 e que não está preparada “para acomodar estes cortes”.
De recordar que, no fim de semana, o reitor da Universidade do Porto, Sebastião Feyo de Azevedo, alertou para as “várias indefinições” que podem aumentar o corte do financiamento público à instituição em 2015.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem