Revista Sabe Bem 70 - PD

PJ do Porto e Scotland Yard retomam caso Maddie

PJ do Porto e Scotland Yard retomam caso Maddie

Segundo o diretor nacional adjunto da Polícia Judiciária (PJ), Pedro Carmo, o caso passou agora para as mãos da PJ do Porto, com o intuito de se obter “um olhar mais distante” do caso, que acabou por ser arquivado em julho de 2008 pelo Ministério Público. “Não obstante ter sido formalmente arquivado, continuamos a ter um desaparecimento sem explicação. O arquivamento não significa que a Polícia Judiciária tenha menos interesse no esclarecimento e na procura de respostas”, assegurou, em declarações publicadas nesta sexta-feira de manhã pelo Jornal de Notícias.
De acordo com o mesmo jornal, a Scotland Yard, que tem uma equipa de 37 pessoas mobilizadas para este, concluiu que nada conseguiria fazer sem o apoio da polícia portuguesa. “As autoridades inglesas constituíram uma equipa para reanalisar todos os elementos já conhecidos do processo. Deslocaram-se a Portugal e acertaram a colaboração com a PJ”, revelou Pedro do Carmo.
Com a nova colaboração, a PJ e a Scotland Yard pretendem procurar pistas e preencher vazios deixados pela primeira investigação ao desaparecimento da menina inglesa que passava férias com os pais e irmãos na Aldeia da Luz.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/comida-fresca-encomendas-de-natal/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=natal&utm_campaign=takeawaynatal