PUB
CIN - Branco Perfeito

Pires de Lima defende que Porto tem vocação para liderar Noroeste Peninsular em logística

Pires de Lima defende que Porto tem vocação para liderar Noroeste Peninsular em logística

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O ministro da Economia, Pires de Lima, defendeu esta quinta-feira que a Área Metropolitana do Porto (AMP) tem vocação para liderar o Noroeste Peninsular em logística, considerando que o novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões representará um “impulso fundamental” para a região.

“O conjunto de infraestruturas que existe em Matosinhos, na Maia, no Porto, são centrais para este desenvolvimento turístico, não só o aeroporto mas aqui também o Porto de Leixões e toda a estrutura ferroviária que está a ser desenvolvida e que permite a ligação mais rápida, mais fácil, entre o Porto, o Minho e a Galiza”, sublinhou, em declarações aos jornalistas, na inauguração do novo Terminal, cerimónia que também contou com a presença dos ministros da Defesa Nacional, Aguiar-Branco, e da Agricultura e Mar, Assunção Cristas. Para Pires de Lima, a AMP tem uma missão, uma vocação que “é liderar do ponto de vista logístico o Noroeste da Península Ibérica”. De referir que a infraestrutura permitirá a passagem de 130 mil passageiros em Matosinhos nos próximos três anos.
A primeira pedra da obra, com 40 metros de altura e 18.500 metros cúbicos de betão, foi lançada durante o executivo do antigo primeiro-ministro José Sócrates, em março de 2010, recebendo, ainda ao longo da construção, um volume de escalas de navios cruzeiro que foi crescendo a partir de 2011. Segundo dados da Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL), só em 2015 o novo terminal já recebeu 90 navios cruzeiro, mais 12% que em todo o ano de 2014, o que se traduziu em “cerca de 90 mil passageiros e 45 mil tripulantes”.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile