PUB
Recheio 2024 Institucional

Pete Ray Biggin e Marito Marques inspiram jovens talentos em Matosinhos

Pete Ray Biggin e Marito Marques inspiram jovens talentos em Matosinhos

Os bateristas Marito Marques e Pete Ray Biggin, internacionalmente reconhecidos, marcarão presença no Festival de Percussão e Bateria de Lavra, que se realiza nos próximos dias 5 e 6 de maio, em Matosinhos. O evento, que assinala uma década de existência, tem como objetivo promover os vários estilos de música e a sua interligação com a bateria. A entrada é livre.

Pete Ray Biggin é  um dos bateristas mais reconhecidos no Reino Unido e é cabeça de cartaz do 10º Festival de Percussão e Bateria de Lavra.

A criatividade, os solos empolgantes e paixão com que toca, deixam revelar por que motivo é um dos bateristas mais requisitados a nível internacional. Level 42, Incognito, Chaka Khan, Robbie Williams, Lily Allen, Whitney Houston, Beverley Knight, Amy Winehouse, Mark Ronson, Estelle e Adele são alguns dos artistas com quem teve oportunidade de colaborar. “Dono de uma forte personalidade musical, Biggin descreve o seu estilo como insistente, enérgico e nervoso, sublinhando a importância do ‘coração e da alma’ ao tocar bateria. Um poder inegavelmente emocionante que lhe vale o reconhecimento do público, onde quer que se apresente”, revela nota enviada à imprensa.

O português Marito Marques, uma das grandes promessas a nível mundial, é outro dos nomes confirmados no cartaz do festival. O músico, que colaborou com os Grammy Award Winners Ivan Lins, Adonis Puentes e Hilario Duran, irá fazer a sua apresentação pelas 15h30, no Auditório Mário Rodrigues Pereira, em Matosinhos. Para além das várias performances ao vivo e do seu projeto pessoal, Marito é “um dos músicos mais requisitados no panorama musical canadiano como baterista, compositor, produtor ou percussionista, destacando-se as parcerias que fez com figuras de referência do mundo artístico como Jeff Coffin(Dave Mathews Band), Anna Maria Jopek, Aurea, Carlos do Carmo ou Ron Westray”.

Durante o 10º Festival de Percussão e Bateria, no dia 5 de maio, está prevista a realização de vários workshops, entre as 15h e as 18h30, no auditório Mário Rodrigues Pereira. Esta será uma oportunidade para os participantes terem contacto direto e privilegiado com grandes nomes do mundo da bateria nomeadamente Pete Ray Biggin e Marito Marques. Os interessados em assistir aos workshops desse dia poderão fazer a sua reserva através do link http://10fpbl.eventbrite.pt. No dia 6 de maio, realizar-se-á uma Masterclass ministrada por Marito Marques, sendo a sua participação limitada ao número de vagas existentes. Os interessados poderão fazer a sua inscrição em https://festivaldepercussaoebateria.com/masterclasses.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Refira-se que em edições anteriores, o evento contou com a participação de músicos de renome internacional, nomeadamente Chris Coleman, baterista de reputação mundial que já acompanhou artistas como Chaka Khan e Prince. O Festival de Percussão e Bateria de Lavra é um evento organizado pela Escola de Música de Lavra e integra nomes nacionais e internacionais e de grande referência do panorama musical, com o objetivo de “divulgar e promover diferentes perspetivas e abordagens da bateria e percussão, além de promover o estudo destes instrumentos”, pode ler-se na nota.

A edição de 2018, na qual se assinalam 10 anos de existência do festival, prevê ainda a realização da iniciativa New Kids on Drums, em que a Escola de Música de Lavra convida outras escolas para participarem no evento, apresentando cada uma, um aluno de bateria, com idade até aos 18 anos. Assim, no dia 5 de maio, a Escola de Música de Lavra apresenta David Cardoso (13 anos), Gil Sanches (13 anos) representará a Jamp School e a intervenção da Academia de Música de Góis ficará a cargo de Sebastião Gorne (17 anos).

Assim, e ao longo de um fim de semana, o Festival de Percussão e Bateria de Lavra irá promover diferentes perspetivas e abordagens do instrumento, através de iniciativas tais como demonstrações práticas, concertos, workshop´s e masterclasses, privilegiando a “interação com o público presente”.

De acordo com Francisco Lima, músico e professor, coordenador do festival, “este evento nasceu da vontade de fazer algo realmente notável por estes instrumentos, e da carência de um evento com estas características em Portugal. O nosso objetivo é realizar-se todos os anos, com novas edições, novos convidados e novos conceitos, divulgando e promovendo assim as diferentes perspetivas e abordagens dos instrumentos”, explica.

O Festival tem como destinatários alunos da Escola de Música de Lavra, alunos de bateria e percussão em geral, músicos e entusiastas destes instrumentos e apreciadores do mundo das artes.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile