PUB
Recheio 2024 Institucional

Pela primeira vez, Gaia recebe “bandeira verde”

Pela primeira vez, Gaia recebe

Este ano, Vila Nova de Gaia foi incluída pela primeira vez na lista de municípios abrangidos pela “bandeira verde”, um reconhecimento conferido pelo Observatório das Autarquias Familiarmente Responsáveis (OAFR) em virtude do seu compromisso enquanto “Autarquia + Familiarmente Responsável”. 

De acordo com o OAFR, 108 municípios receberam a distinção da “bandeira verde” este ano, o que representa um aumento de 13 municípios, em comparação com o ano anterior, em virtude das suas políticas favoráveis às famílias.

A avaliação para a atribuição do prémio considerou dados reportados pelos municípios em 2022, abrangendo áreas como apoio à maternidade e paternidade, assistência a famílias com necessidades especiais, medidas de conciliação entre trabalho e vida familiar, serviços básicos, educação, habitação, transportes, saúde, cultura, desporto, tempo livre e participação social (via Câmara de Gaia).

O OAFR salientou que 97% das câmaras municipais participantes prestam apoio a pessoas em situação de fragilidade social, especialmente nas áreas de habitação e saúde. No que diz respeito ao apoio à habitação para famílias com necessidades especiais, o OAFR destacou que 131 autarquias apoiam a recuperação de habitações degradadas, 123 financiam serviços de obras e pequenos arranjos, e 101 monitorizam e apoiam a mobilidade habitacional.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Na 15.ª edição da iniciativa “Autarquia + Familiarmente Responsável”, 149 municípios responderam ao inquérito, representando a maior participação de sempre, embora correspondam apenas a 48% dos 308 municípios nacionais.

Além de Vila Nova de Gaia, este ano, também receberam pela primeira vez a “bandeira verde” os municípios de Pampilhosa da Serra (Coimbra), Amarante, Baião, Maia e Horta (Porto), Arouca e Santa Maria da Feira (Aveiro), Lagoa (Faro), Grândola (Setúbal), Ponte da Barca e Valença (Viana do Castelo), Montalegre e Sabrosa (Vila Real), e Cinfães e Tarouca (Viseu).

O OAFR, criado em 2008 pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas, tem como objetivo acompanhar, premiar e divulgar as melhores práticas das autarquias portuguesas em matéria de responsabilidade familiar para as famílias em geral.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile