PUB
CIN - Branco Perfeito

Peça sobre Estaleiros de Viana estreia em maio

Peça sobre Estaleiros de Viana estreia em maio
A peça intitulada “Anjo Branco”, de homenagem ao navio-hospital Gil Eannes, vai estrear no final de maio a bordo da embarcação, envolvendo cerca de 50 atores amadores, entre eles ex-trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, no Teatro do Noroeste.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

De acordo com o diretor artístico do Teatro do Noroeste, Ricardo Simões, o novo projeto cénico recebeu aquele nome, “Anjo Branco”, por ser a designação “atribuída pelos pescadores da frota bacalhoeira, quando o avistavam no mar”.
A estreia da peça, a bordo da embarcação, está marcada para o fim de semana de 28 e 29 de maio e, volta a ser representada nos dias 03, 04 e 05 de junho.
“Para nós é um projeto estratégico e extremamente importante porque vai celebrar a memória do navio Gil Eannes, desde a sua construção, ao seu papel na pesca do bacalhau e o seu enquadramento na política do Estado Novo”, sublinhou.
Já no próximo dia 31 de janeiro, para assinalar os 18 anos do regresso da embarcação a Viana do Castelo após ter seguido resgatada da sucata, será feita uma “breve” apresentação da nova produção.
A representação, um tributo a uma das primeiras construções dos Estaleiros, agora em fase de extinção, envolve cerca de 50 pessoas, de várias faixas etárias, desde adolescentes a seniores, passando por ex-trabalhadores daquela empresa.
Segundo Ricardo Simões, o processo criativo do Anjo Branco tem “como pano de fundo a obra de Bernardo Santareno que, durante dois anos, foi médico psiquiatra no navio Gil Eannes e que é considerado o mais importante dramaturgo português do século XX”.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz