PUB
Junta da Galiza

Passos administrou empresa que dominou fundos da UE geridos por Relvas

Passos administrou empresa que dominou fundos da UE geridos por Relvas

A nível nacional, e no mesmo período, 26% das candidaturas privadas que foram viabilizadas foram também subscritas pela empresa em causa. O “Público” recorda ainda que Miguel Relvas era então o responsável político pelo programa, na qualidade de secretário de Estado da Administração Local de Durão Barroso. Paulo Pereira Coelho era o seu gestor na região Centro, Pedro Passos Coelho era consultor da Tecnoforma, João Luís Gonçalves era sócio e administrador da empresa, António Silva era seu diretor comercial e vereador da Câmara de Mangualde.
Em comum todos tinham o facto de terem sido destacados dirigentes da JSD e, parte deles, deputados do PSD. Recorde-se que o programa Foral foi lançado por António Guterres em 2001, com dinheiro do Fundo Social Europeu e do Estado português. E ao longo dos cerca de seis anos da sua execução absorveu cerca de 100 milhões de euros.
Os principais beneficiários, recorda o diário, foram os 278 municípios do Continente, numerosas juntas de freguesia, associações de municípios, empresas municipais, sindicatos, associações profissionais e outras entidades sem fins lucrativos.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem