PUB
CMPorto

Páscoa reforça ocupação hoteleira de norte a sul do país

Páscoa reforça ocupação hoteleira de norte a sul do país

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A taxa de ocupação hoteleira nesta Páscoa vai ser mais elevada do que na do ano passado.

As unidades hoteleiras das regiões do Porto, de Lisboa e do Algarve vão ter, nesta Páscoa, uma taxa de ocupação mais elevada do que a verificada em 2013, segundo informações avançadas pelos responsáveis de associações e empreendimentos hoteleiros. Na zona do Algarve, as reservas em hotéis, neste período, aumentaram entre 4 a 5% face ao ano passado, prevendo-se mesmo que haja unidades com a capacidade lotada, de acordo com o presidente da Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Elidérico Viegas. O mesmo reforço de ocupação hoteleira é esperado em Lisboa. O administrador do Grupo Pestana, Luigi Valle, adiantou mesmo que “todas as unidades [do grupo na região de Lisboa] têm previsão de ocupações melhores que no ano passado”, com especial destaque para a Pousada de Cascais, Cidadela Historic Hotel & Art District. Por sua vez, Filipe Santiago, administrador de Marketing e Vendas da Tivoli Hotels & Resorts, confirmou prever uma taxa de ocupação total “em todos os hotéis”. As expectativas dos hoteleiros coincidem com as da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, que espera, este ano, “um recorde de turistas vindos de Espanha, viajando de avião ou de carro”.
No Norte, as previsões também são animadoras. A cidade do Porto está a registar um “significativo” aumento da ocupação nos hotéis, “principalmente” por turistas espanhóis. Em declarações à Lusa, o responsável pelo Turismo do Porto e Norte de Portugal, Marco Sousa, afirmou que “o número de reservas aumentou, assim como aumentou o tempo de estadia”. Em Braga, “os dias que registavam mais procura eram a quarta, quinta e sexta-feira, mas este ano registou-se um significativo aumento de reservas para segunda, terça e para o fim de semana”. Marco Sousa notou ainda que, na cidade Invicta, as subidas foram registadas especialmente “no segmento mais alto”, ainda que “os hotéis mais em conta” também tenham aumentado a procura.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz