Philips S9000

Parlamento vota hoje adoção por casais homossexuais

O Bloco de Esquerda e os Verdes apresentam projetos que eliminam as cláusulas existentes na legislação que proíbem a adoção de menores por casais homossexuais. O BE apresenta ainda um segundo projeto relacionado com a chamada co-adoção, referente a casos de crianças apadrinhadas civilmente ou filhas de homossexuais que casam ou vivem com outra pessoa. As duas bancadas acreditam que as propostas visam acabar com uma discriminação, defendendo que não é a orientação sexual que determina se uma família tem condições para adotar uma criança, e reconhecer direitos constitucionais, destacando o Bloco que Portugal é o único país que permite o casamento homossexual mas proíbe a adoção a estes casais.
Por sua vez, o PSD decidiu dar liberdade de voto aos deputados, não assumindo qualquer posição em relação ao tema. Em declarações à Lusa, a vice-presidente do grupo parlamentar do PSD, Teresa Leal Coelho, sublinhou que “é uma questão de consciência, não é uma questão ideológica”. Já o CDS assume uma posição crítica em relação às propostas debatidas esta sexta-feira.
PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/menu-seleccao-do-chef/menu-dia-dos-namorados-3/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=diadosnamorados&utm_campaign=menudochef