PUB
Recheio 2024 Institucional

Pallco – Conservatório de Dança e Música do Porto

Pallco - Conservatório de Dança e Música do Porto

Intitula-se “Pallco” o primeiro conservatório de dança e música da cidade do Porto, constituindo-se também como um espaço único em Portugal destinado ao ensino das artes performativas da dança, música e teatro musical, tanto na vertente profissional como lúdica. A inauguração do espaço aconteceu esta quinta-feira, 19 de abril.

Concebido e construído de raiz num espaço com 2.400 metros quadrados de área, o “Pallco” oferece tudo o que é necessário para a aprendizagem e a prática destas artes. O investimento ultrapassa 1 milhão e 700 mil euros.

“Com estas qualidades e o potencial que a escola oferece, estamos também em condições de atrair alunos estrangeiros como nunca foi possível em Portugal. Com efeito, estamos convencidos que é possível conquistar uma grande atenção internacional e conseguir parcerias já iniciadas com escolas renomadas”, afirma a empreendedora e diretora Sofia Marques dos Santos.

 

Mas o “Pallco”, que possuirá autonomia pedagógica sob tutela do Ministério da Educação, é mais do que uma escola de artes, explica Sofia Marques dos Santos.

Com efeito, se o “Pallco” foca a sua atividade nas artes performativas de dança, música e teatro musical, também dispõe de serviços complementares para os seus alunos: fisioterapia, nutrição, mind coach, podologia, apoio escolar e explicações individuais e de grupo.

Para a população em geral, o “Pallco” oferece outras atividades: pilates, yoga, body & mind, ginástica, treino funcional, sénior training, ballet para adultos, dança contemporânea para adultos, salsa fit e danças de salão. Toda esta diversidade é proporcionada pelo grande espaço de dois pisos, que oferecem amplos estúdios de dança e de música, várias salas polivalentes, um auditório com 200 lugares e um grande jardim exterior privado com 1000 metros quadrados. “O ‘Pallco’ poderá, assim, acolher eventos nacionais e internacionais de diversa natureza como não é muito possível na Área Metropolitana do Porto”, revela nota enviada às redações.

A outro nível, o “Pallco” oferece oportunidades de grande impacto didático como a realização de masterclasses e programas de alto rendimento em dança. No que diz respeito à música, já está programada uma masterclasse de piano com Miguel Borges Coelho, a qual decorrerá entre 21 e 26 de julho, bem como uma ação de formação de curta duração para professores.

Momentos únicos são também as audições de ingresso aos cursos oficiais do “Pallco” para alunos de dança e música, dois momentos altos que “tradicionalmente animam a cultura na cidade”.

O “Pallco” está situado na Travessa da Prelada, nº 516, no Porto.

Uma casa para o mundo

Para já, na vertente de ensino, o “Pallco” acolhe cerca de 150 alunos de ballet da também já de si importante Oporto Ballet School (OBS), escola que Sofia Marques dos Santos fundou, em 2003, insígnia que se mantém para os concursos internacionais. Recorde-se que a OBS foi distinguida, em 2016, com o Outstanding School Award, pela instituição americana Youth America Grand Prix, título que equivale a dizer que a OBS foi a melhor escola europeia. Para o “Pallco” também transitam os atuais alunos das escolas de ensino regular e os alunos das escolas de artes performativas (dança, música e teatro musical).

O “Pallco” assume-se ainda como um conceito “diferenciado e inovador”, devendo ser encarado como uma “casa-escola” não só por parte dos seus alunos, como pelos docentes e amantes das artes do espetáculo. Na verdade, Sofia Marques dos Santos deseja que o “Pallco” “seja mais do que um espaço de ensino de artes e de formação técnica de artistas”. “Desejo incutir valores, cultivar a paixão pela arte e cultura como uma forma de vida. O ‘Pallco’ é, portanto, um local onde a performance artística ganha vida, mas onde também se respira arte e cultura e conhecimento”, acrescentou.

O “Pallco” será a casa por excelência de formação de bailarinos. Tudo começa com o baby ballet (aulas infantis [3-5 anos]). A partir dos 6 anos, serão dados os cursos livres, que incluem o ballet clássico e contemporâneo, a dança jazz e acrobática (aplicada à dança), a preparação física, barra no solo, técnica de pontas e técnica clássica para rapazes.

Entre o 5º e o 9º ano será ministrado o curso básico de dança oficial de ensino básico e secundário e também cursos livres. E entre o 10º e 12º anos será ministrado o curso secundário de dança em regime articulado.

O “Pallco” assume o ensino da música nas formas lúdica (cursos livres) e profissional (cursos oficiais), nas vertentes “escola & conservatório”. Porém, mais do que ensinar instrumentos ou estilos musicais, o “Pallco” formará músicos profissionais ao mesmo tempo que promoverá o amor pela música como forma de arte. A avaliação dos cursos livres é feita pelo Trinity College London.

Ainda nesta área, o “Pallco” contempla música para bebés (3-36 meses), pré-vivências musicais (4 e 5 anos) e vivências musicais (1º ciclo). Os cursos livres de instrumento são ministrados a partir dos 4 anos, sem limite de idade. Há também o curso básico de música (do 5º ao 9º ano), curso secundário (10º ao 12º ano), seja em regime articulado ou supletivo do (5º ao 12º ano).

Já o curso de teatro musical, que se destina a todas as idades (a partir dos 3 anos), responde ao anseio de aprendizagem da representação e formação de atores, combinando as áreas da música, canto, dança e representação falada.

CIB sob a égide do “Pallco”

O “Pallco” será agora a entidade responsável pela organização do Concurso Internacional de Bailado do Porto (CIB), um evento de grande alcance que se destina a divulgar e projetar jovens bailarinos promissores na área do ballet clássico e contemporâneo. Os nomeados são apoiados com bolsas de estudo e prémios monetários para frequentarem escolas de renome internacional.

“Lançado em 2011, o CIB passou a colocar a cidade do Porto na rota internacional do mundo da dança, constituindo-se desde logo como uma referência na área do bailado. Todos os anos, a organização do CIB convida diretores e representantes de escolas internacionais de bailado para o painel de jurados, numa lista que inclui dezenas de nomes e países”, pode ler-se na nota.

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile