CIN - VinylMatt

Pais querem saber quando começam as obras da Ala Pediátrica

Pais querem saber quando começam as obras da Ala Pediátrica

A Associação Pediátrica Oncológica do Hospital São João (APOHSJ), no Porto, enviou esta segunda-feira à ministra da Saúde e à administração da unidade hospitalar uma carta a solicitar esclarecimentos sobre o início da construção da nova ala pediátrica. O hospital já respondeu, dizendo que o estaleiro poderá ser montado no início de outubro.

Na missiva, segundo a Agência Lusa, citada pelo Sapo 24, a associação questiona-se sobre “o que é que falta para começar a obra no terreno”, “se já temos o ajuste direto aprovado por unanimidade, projeto revisto, empresa escolhida para a empreitada e despacho a autorizar a utilização das verbas”.

“O início da obra está bastante confuso. O ajuste direto foi aprovado, pois trata-se de uma urgência inequívoca e é, no mínimo muito estranho, que no terreno não se corresponde com trabalhos”, considera a APOHSJ.

“Se há um memorando assinado a 30/08/2019 entre o Hospital e a empresa Casais, o que é que falta para começar no terreno a obra?”, questiona Jorge Pires, líder da associação.

O Conselho de Administração do hospital, presidido por Fernando Araújo, já respondeu, negando qualquer atraso na construção do centro pediátrico e afirmando, segundo o Expresso, que “o auto de consignação irá ser assinado ainda este mês de setembro”, após serem cumpridas todas as exigências legais e de segurança da obra.

O Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ) refere ainda que o estaleiro poderá ser montado no início de outubro pelo empreiteiro com quem foi assinado o contrato de construção da ala pediátrica.

De acordo com comunicado da unidade hospitalar, citado pelo Expresso, este plano encontra-se alinhado com os procedimentos em vigor para obras desta envergadura, estando “a ser cumprido o cronograma previamente estabelecido pelo CHUSJ, pelo que a obra deve estar concluída no primeiro semestre de 2021, tal como publicamente anunciado”.

De recordar que a nova ala pediátrica do São João, que ficará ligada ao edifício principal, terá cinco pisos e mais dois subterrâneos e capacidade para 98 camas.

O início da obra, orçada em cerca de 25 milhões de euros, deverá ocorrer durante este ano, devendo a mesma estar concluída em 2021.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes