Sabor do Mês Setembro (talho) - PD

Ourivesaria Pedro A. Batista

Ourivesaria Pedro A. Batista

Fundada em 1928, a Ourivesaria Pedro A. Batista conta com mais de 90 anos de história na cidade do Porto. O primeiro proprietário desta loja emblemática, Pedro Batista, deu o seu nome ao estabelecimento. Conforme, conta Jorge Oliveira, em entrevista, o fundador da casa não tinha filhos e foi o seu cunhado, Fernando Monteiro, que passou a gerir o negócio.

“O Pedro mantinha uma relação de pai/filho com ele devido à diferença de idades”, relata, avançando que Fernando era arquiteto, mas decidiu abandonar essa área profissional e “abraçar a arte da ourivesaria”.

Começou desde logo a “desenhar e criar peças únicas e exclusivas”. Mais tarde, a sua mulher Lucília Monteiro, juntou-se ao negócio familiar e através da “sua gentileza e bom gosto, depressa se tornou um elemento indispensável à casa”.

Atualmente a loja Pedro A. Batista Lda é gerida pelas filhas Isabel e Ana Maria, “a quem os seus pais passaram testemunho, valores e conhecimento”, revela Jorge Oliveira.

Nesta ourivesaria é possível encontrar as “tão prestigiadas peças em prata, com design próprio e execução à mão”, tratando-se de modelos intemporais, assim como “as joias em ouro, com aplicação de pedras preciosas, como rubis, esmeraldas e safiras”. São verdadeiras “peças únicas e exclusivas que muitas vezes embelezam exposições de arte contemporânea, para quem são cedidas”.

O entrevistado afirma que nos dias de hoje, “com a mudança dos tempos”, os objetos de “uso pessoal em prata ou prata dourada ganham uma importância especial, pela sua atratividade e são muito procuradas.

Na loja Pedro A. Batista existe a preocupação de acompanhar a evolução e modernização da sociedade e por esse motivo, foram realizadas “obras de renovação” quer no interior, como no exterior da loja. As mudanças “conferiram-lhe um ar de modernidade, num ambiente clássico e sóbrio”, tornando, assim, o estabelecimento mais atrativo.

Também com a ajuda do programa “Porto de Tradição” foram feitas alterações na iluminação, tendo sido já recebidos “enormes elogios”.

O entrevistado conta ainda que a ourivesaria está presente nas redes sociais “com várias publicações”, no Instagram e Facebook, “dar a conhecer melhor as peças e acompanhar os tempos modernos”.

Jorge Oliveira admite que as obras na cidade “têm prejudicado muito o negócio”, uma vez que os clientes habituais não frequentam a Baixa “com tanta frequência”. “São os turistas aos «magotes» que dão vida” e movimentam o local, acrescenta.

Contudo, na Pedro A. Batista o pensamento é otimista, perspetivando-se um “futuro auspicioso, em que” uma “boa rede de transportes, lojas atrativas e uma cidade renovada” será capaz de captar “não só os turistas, mas também os portuenses e portugueses”, para que sintam que a Baixa portuense está “na moda”.

Ourivesaria Pedro A. Batista
Rua das Flores n.º 235, Porto
Telefone 22 200 5142

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=092022-carnepicadaangus&utm_campaign=sabordomes