Sabor do mês PD - peixe

“Os Melhores do Portugal Digital”: investigadora da FEUP é a Personalidade do Ano

“Os Melhores do Portugal Digital”: investigadora da FEUP é a Personalidade do Ano

O júri dos prémios “Os Melhores do Portugal Digital” atribuiu, por unanimidade, a distinção Personalidade do Ano a Maria Helena Braga, professora e investigadora da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

“A descarbonização da economia é fundamental para o nosso futuro coletivo, não fosse o Aquecimento Global uma das maiores ameaças à humanidade. E para conseguirmos este objetivo temos de desenvolver tecnologia capaz de produzir, e muito importante, armazenar energia limpa”, declara o júri da edição de 2020 dos prémios “Os Melhores do Portugal Tecnológico”, atribuídos anualmente pela Exame Informática, em parceria com a revista VISÃO, àqueles “que mais fazem pela Ciência e pela Tecnologia” no país.

Assinalando a importância de se desenvolver tecnologia capaz de produzir e sobretudo “armazenar energia limpa” – “isto porque, como é amplamente reconhecido, algumas das melhores fontes de energia renovável, com destaque para a solar e a eólica, estão longe de disponibilizar a energia sempre que dela precisamos” – , o júri resolveu atribuir o prémio personalidade do ano a uma “investigadora que tem estado na linha da frente da investigação e desenvolvimento do que muitos consideram o santo graal das baterias: os eletrólitos sólidos”.

Maria Helena Braga começou a publicar o seu trabalho sobre a utilização de eletrólitos sólidos de vidro em 2014. Trabalhou, durante vários anos, com a equipa de John B. Goodenough, o “pai” das baterias de iões de lítio e Prémio Nobel da Química em 2019.

A investigadora e atual diretora do diretora do Departamento de Engenharia Física da FEUP tem prosseguido a sua investigação e, este ano, desenvolveu uma bateria inovadora que, ao combinar “capacitância negativa e resistência negativa” na mesma célula, permite que esta se autocarregue, aumentando a energia armazenada, em oposição à degradação natural do processo eletroquímico que faz com que a energia armazenada diminua pela dissipação de calor, explica a U.Porto.

“Ou seja, a Professora Maria Helena Braga tem sido uma referência internacional em diferentes áreas do desenvolvimento das baterias, tecnologia com potencial para uma relativamente rápida aplicação comercial e industrial. Um bom exemplo de como a ciência pode ser usada com uma aplicação prática com consequências positivas para a humanidade. E razões fortes para o júri ter decidido, por unanimidade, atribuir o Prémio Personalidade do Ano a Helena Braga”, conclui o júri, composto por José Tribolet, presidente do INESC; Pedro Veiga, professor catedrático; Arlindo Oliveira, professor e investigador no Instituto Superior Técnico; e Sérgio Magno, diretor da Exame Informática.

A 14.ª edição dos prémios “Os Melhores do Portugal Tecnológico” decorreu num evento digital, realizado quarta-feira. A lista com todos os premiados pode ser consultada aqui.

Foto: Egidio Santos/FEUP

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=peixe&utm_campaign=sabordomes