CIN - Branco Perfeito

Os Dias da Maria…

Os Dias da Maria…

São os Meus Dias, os Teus Dias, os Nossos Dias, os Dias dos Nossos Novos Tempos.

Desde criança que gosto de escrever. Primeiro no diário, depois no Jornal da escola e mais tarde na Imprensa e na Televisão.

2020, ano capicua, trouxe-nos a pandemia e a mim devolveu-me a escrita e o encontro com as letras.

“Os Dias da Maria” que agora vos apresento é, em poucas palavras, um livro de emoções, de sentimentos, de paixões e de viagens! Trata-se de um conjunto de textos soltos, crónicas, mas também alguns contos à mistura, que bem combinados oferecem uma viagem pelo interior de cada um de nós, na busca constante da felicidade, do eu e do amor! Mas, há ainda uma outra palavra que é mágica e que quero muito partilhá-la convosco: a esperança!

O feedback, o carinho e o estímulo que tenho sentido da parte do público tem sido um incentivo muito importante para mim! Muitas vezes, os Nossos Dias pesam-nos o presente, deixam-nos os Dias carregados e cinzentos, contudo, através deste livro, quero alcançar a leveza das coisas e da vida, pintando os Dias de Azul! É como se tentasse, através da escrita, resgatar os Dias de ontem, em busca dos Dias dos abraços e do carinho, mas também da paz, da família e da solidariedade. Não pretendo, porém, neste livro, explicar o mundo, através de fórmulas rebuscadas ou teorias filosóficas. A mim, bastam-me as palavras, simples, como eu! Mas nem por isso, desprovidas de significado ou vãs.

Há, claramente, um mundo antes e depois do COVID e, mais ainda, há o mundo que todos perdemos por causa da pandemia. O que mais desejo é que enquanto percorrem as páginas deste livro, consigam identificar-se com o que vos escrevo pois só assim acontecerá o verdadeiro encontro. Tenho leitores, vários, a dizer-me que o leram de um sopro só. Tenho outros, porém, que não raras vezes, adormeceram a embalá-lo. Outros ainda que se reveem no que escrevo e nas situações que relato, umas baseadas em experiências vividas ou conhecidas, outras, todavia, ficcionadas.

Num tempo em que as emoções andam apressadas como que a escapar-nos por entre os dedos, o que mais quero é tocar-vos e conseguir devolvê-las a cada um de vós!

“Os Dias da Maria” é também um filho da pandemia que me deixou, tal como muitos de vocês seguramente, profundamente angustiada e assustada e em que a única terapia que tinha era escrever! Comecei por desabafar nas redes sociais até que a oportunidade surgiu pelas mãos da Editora Trinta por Uma Linha, através da chancela Busílis.

À espera de serem editadas tenho “estórias” para crianças e jovens, uma área da literatura que descobri a partir das histórias que costumo contar aos meus filhos, ao deitar!

Os Dias da Maria”…um livro para ir lendo…Ir saboreando …Ir apreciando…Ir abraçando…E sentindo…

Andreia Abreu

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem