PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Orquestra de Jazz de Matosinhos e Kurt Rosenwinkel no Voll-Damm de Jazz de Barcelona

Orquestra de Jazz de Matosinhos e Kurt Rosenwinkel no Voll-Damm de Jazz de Barcelona

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A orquestra passará a estar ligada ao festival catalão.

A Orquestra de Jazz de Matosinhos (OJM) e o guitarrista Kurt Rosenwinkel estrearam na quinta-feira à noite o que deverá ser uma residência regular no Voll-Damm Festival Internacional de Jazz de Barcelona. Um concerto com a mítica sala Bart a dois terços serviu de apresentação do álbum “Our secret world”, com temas como “Zhivago”, “Dream of the Old” e “Path of the Heart” entre os mais aplaudidos.
Em declarações à Lusa, Pedro Guedes, um dos responsáveis da OJM informou que está previsto um protocolo que permitirá à orquestra – que tem como ‘sede’ a Casa da Música no Porto – estar mais ligada a este festival catalão. De recordar que o projeto foi lançado em 1999, como uma orquestra de autores, apostando na divulgação das composições e arranjos dos seus diretores Pedro Guedes e Carlos Azevedo. A “Porto 2001” e um protocolo firmado com a Casa da Música vieram reforçar a ação da OJM, com o desenvolvimento de projetos diversificados em colaboração com músicos de grande reconhecimento, nomeadamente os solistas, compositores e maestros Ingrid Jensen, Bob Berg, Conrad Herwig, Mark Turner, Rich Perry, Steve Swallow, Gary Valente, Dieter Glawischnig, Carla Bley, Stephan Ashbury, Chris Cheek, Ohad Talmor, Joshua Redman e Andy Sheppard.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem