PUB
CIN - Branco Perfeito

Operação de Natal e Ano Novo da GNR registou mais de 500 feridos

Operação de Natal e Ano Novo da GNR registou mais de 500 feridos

A Guarda Nacional Republicana (GNR) registou 1.949 acidentes rodoviários, dos quais resultaram 10 vítimas mortais, 43 feridos graves e 497 ligeiros, no âmbito da operação de Natal e Ano Novo, que terminou à 00h00 de segunda-feira. 

Números que, em comparação com os registados no ano anterior, se revelaram menores em termos gerais, à exceção do número de vítimas mortais, que aumentaram na última operação, segundo avançou fonte da GNR ao Notícias ao Minuto. 

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A propósito das restrições impostas durante esta quadra festiva, o major Paulo Gonçalves, da divisão de Trânsito da GNR, revelou que “não foram detetadas grandes infrações” à semelhança de ajuntamentos. “Podemos concluir que as pessoas cumpriram as diretrizes relativas à pandemia”, destacou. 

Com início a 24 de dezembro, a operação de Natal e Ano Novo teve como objetivo “prevenir a sinistralidade rodoviária, garantir a fluidez do tráfego e apoiar todos os utentes das vias, estando ainda atenta às imposições legais decorrentes do atual estado de emergência, como as restrições à circulação e ao recolher obrigatório”. 

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem