PUB
Recheio 2024 Profissional

Obras para requalificação da entrada Sul de Santo Tirso deverão começar em julho

Obras para requalificação da entrada Sul de Santo Tirso deverão começar em julho
A autarquia de Santo Tirso estima que possa arrancar, já no próximo mês, com o arranjo da entrada Sul no concelho, uma empreitada de um milhão de euros que inclui uma rotunda pela qual passam diariamente cerca de dez mil veículos.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Em causa está a zona da Praça Camilo Castelo Branco que dá acesso ao centro do concelho, ficando próxima da central de camionagem, biblioteca municipal e equipamentos desportivos, numa área dedicada a serviços e comércio.
O presidente da câmara, Joaquim Couto, avançou que a construção de uma “enorme rotunda” no local será “muito importante”, quer para “melhorar o tráfego” quer para dar “melhor imagem a uma das maiores portas de entrada” de Santo Tirso.
A entrada Sul é uma das principais e mais movimentadas entradas neste concelho, somando-se a Poente (direção para Trofa) e a Norte/Nascente (em direção a Guimarães).
Quanto ao prédio que está abandonado há décadas, traduzindo-se num “esqueleto” de betão de grandes dimensões, este será requalificado pela empresa Archee Madeira – Construções, tendo o responsável António Cunha, sem adiantar valores, revelado que se destinará a habitação e comércio e estará pronto em 2018. A zona está integrada numa das Áreas de Reabilitação Urbanas criadas pelo município tirsense.
O autarca garantiu, que apesar da licença de construção ligada ao anterior projeto para o prédio não ter caducado e prever uma torre de 16 andares, esta não se concretizará para não violar o atual Plano Diretor Municipal, pelo que a cércea será metade ou menos face ao prédio contíguo.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce