PUB
CMPorto

Obras do troço ferroviário entre Valadares e Gaia custam 4,9 milhões

Obras do troço ferroviário entre Valadares e Gaia custam 4,9 milhões

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A intervenção no troço do caminho de ferro entre Valadares e Vila Nova de Gaia visa “assegurar a melhoria dos níveis de qualidade da infraestrutura disponível aos diferentes serviços ferroviários, de passageiros e de mercadorias, que circulam na Linha do Norte”.

A Infraestruturas de Portugal (IP) divulgou esta segunda-feira que as obras já foram iniciadas e representam um investimento de 4,9 milhões de euros. A intervenção “foi adjudicada à Fergrupo – Construções e Técnicas Ferroviárias SA”, sendo o valor da empreitada de “4,1 milhões de euros enquanto os restantes 800 mil euros referem-se ao custo dos materiais a aplicar e que serão fornecidos pela IP”.
Consignada a 30 de novembro, a obra tem um “prazo de execução de 240 dias” e “tem por objetivo assegurar a melhoria dos níveis de qualidade da infraestrutura disponível aos diferentes serviços ferroviários, de passageiros e de mercadorias, que circulam na Linha do Norte”.
Segundo a IP, a renovação da superestrutura de via permitirá a “melhoria na drenagem e da plataforma, o fornecimento e aplicação de balastro granítico, a substituição das travessas de madeira por travessas em betão bibloco e do carril de 54 kg/m pelo carril de 60 kg/m bem como o ataque mecânico pesado final com estabilização dinâmica”.
Esta intervenção “representa o primeiro passo para a modernização do troço Ovar-Gaia, inscrita no Plano Ferrovia 2020?, refere ainda a IP, lembrando que a “Linha do Norte integra o Corredor Atlântico, classificado como a centro da Rede Transeuropeia de Transportes (RTE-T), que tem como objetivo contribuir para o reforço da coesão económica e social da Europa.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile