PUB
Philips S9000

Norte e Galiza querem melhorar caminhos de Santiago

Norte e Galiza querem melhorar caminhos de Santiago

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
A região Norte do país e a Galiza têm a intenção de normalizar e melhorar os caminhos de Santiago de Compostela, todos os anos percorridos por centenas de peregrinos, aproveitando fundos comunitários 2020.

De acordo com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), “o memorando estabelece compromissos, um deles é uma abordagem integrada dos caminhos de Santiago a partir da qual se está a preparar um projeto para apresentar candidatura a fundos europeus de cooperação transfronteiriça”.  
Carlos Neves, vice-presidente da CCDR-N, afirmou que o memorando assinado entre a Agência de Turismo da Galiza e o Turismo do Porto e Norte estabelece as bases e os critérios para futuras ações conjuntas de colaboração com vista a valorizar os seus recursos turísticos. As entidades ambicionam também estabelecer uma colaboração na definição e gestão dos Caminhos de Santiago no território português, para assegurar uma identidade única em questões como a sinalética, a comunicação ou a política de albergues. “Há que normalizar [a sinalética, cartografia e descritivo histórico] e perceber que entidades têm responsabilidades de estabelecer políticas e gerir o património”, disse o responsável.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem