PUB
CIN - Branco Perfeito

Nortada: fábrica de cerveja, restaurante e bar

Nortada: fábrica de cerveja, restaurante e bar

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O edifício onde é feita a cerveja artesanal com “alma portuense” – a Nortada – alberga agora um bar e um restaurante, que abriram ao público esta quinta-feira.

Situada no número 210 da Rua de Sá da Bandeira, a Fábrica de Cervejas Portuense acolhe ainda uma loja, onde, para além das garrafas de cerveja Nortada ali produzidas, se vendem camisolas, recordações e alguns produtos da região. Da entrada vê-se o amplo bar, com quatro mesas e um projetor para ver os grandes jogos de futebol. Aqui poderá degustar todas as cervejas Nortada.
Atualmente há sete variedades de pressão no bar. A Porto Lager, 100% malte, é a mais fácil de encontrar nos restaurantes portuenses. A Vienna Lager, de corpo médio, tem uma tonalidade cobre e notas de malte tostado.
A Brown Porter, cremosa e aveludada, com notas subtis de caramelo, é a menos alcoólica de todas, com 4,8%. Já a Imperial Stout tem 8,5% de teor alcoólico. “É a rainha das stouts”, dizem os dois sócios da Fábrica de Cervejas Portuense, Tiago Talone e Pedro Mota. Há ainda a India Pale Ale, a mais amarga das sete, bastante lupulada.
A juntar às cinco variedades permanentes há ainda duas edições especiais limitadas, que só ali poderão ser degustadas. A Dark Lager, de cor preta, tem um sabor ligeiramente torrado, coroado por uma espuma cremosa. A Weiss Bier, feita de malte de trigo, é mais turva e, dizem os responsáveis, “ideal para refrescar uma tarde de calor”. A cerveja mais económica custa 1,50€ e há copos desde os 0,20 litros aos dois litros (este último é uma garrafa que se pode pedir para levar para casa).
Uma passagem em arco separa as diferentes áreas do restaurante, com mesas espalhadas por dois pisos e com cerca de 150 lugares sentados. No restaurante, a estrela é também a cerveja Nortada. “Normalmente a bebida acompanha os pratos, mas aqui é ao contrário. Quero que as pessoas venham cá beber cerveja. A comida é que harmoniza”, explica Tiago Talone. O chef Pedro Marques preparou uma carta generosa. Por exemplo, os pratos indianos, como o caril de gambas (9€) ou o caril de legumes (6€), casam com a India Pale Ale. Já as tábuas de enchidos (6,50€ a 9,90€), os ovos rotos (6€) e o polvo laminado (5,50€) ficam bem com a Porto Lager.
A Brown Porter harmoniza com o hambúrguer cheesebacon (7,50€), os aros de cebola frita (3€) e o tiramissu (5€), por exemplo. A Dark Lager é aconselhada com os cogumelos salteados (3,50€), o costeletão (60€) ou o naco da vazia (14€). De referir que os funcionários estão disponíveis para explicar o porquê de cada conjugação.
No piso térreo, é impossível não reparar nas duas caldeiras em cobre. “São a nossa peça central. É aqui que se faz o mosto”, explicou ao jornal Observador Tiago Talone. Ou seja, a meio de qualquer refeição, um funcionário ou a própria mestre cervejeira Diana Canas podem passar por ali para avaliarem a brassagem do mosto. É uma boa oportunidade para quem quiser saber mais sobre o processo de produção poder fazer as perguntas que quiser.
E o que distingue a Nortada das cervejas industriais e das outras artesanais? “Todas as nossas cervejas sabem muito a malte. O sabor é mais intenso porque, como é mais limpo, nota-se mais o malte”, explicou Pedro Mota. O equipamento de qualidade que usam colocam a marca entre as industriais e as artesanais mais pequenas. “As industriais têm uma cerveja limpinha mas esse processo retira algumas das características da cerveja. O nosso preserva-as.”
O edifício da Fábrica de Cervejas Portuense acolhe também, no primeiro piso, o laboratório onde se fazem as provas de qualidade, bem como 10 tanques onde a bebida fica a fermentar durante alguns dias. Os vidros transparentes do laboratório permitem que se veja tudo o que ali se passa. Também a unidade fabril, que se situa no piso -1 e que poderá produzir até dois milhões de litros de Nortada por ano, está à vista de quem quiser. A ideia, no futuro, é terem visitas guiadas ao público.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile