PUB
Sogrape - Mateus Rosé

No Porto, o Dia Mundial da Poesia celebra-se com várias atividades pela cidade

No Porto, o Dia Mundial da Poesia celebra-se com várias atividades pela cidade

O Dia Mundial da Poesia celebra-se já nesta quinta-feira, 21 de março. Como tal, o Porto, musa inspiradora de múltiplos poemas, vai celebrar a data com um conjunto de atividades que irão estar espalhadas pela cidade.

Dizem que é de manhã que se começa o dia. Fazendo jus a esse ditado, as Bibliotecas Municipais do Porto irão levar ao Centro Materno-Infantil do Norte “Histórias ao Ouvido”. Como refere o portal de notícias da Câmara do Porto, este trata-se de um programa de mediação de leitura junto de famílias em contexto de hospital.

Posto isto, por volta das 11 horas, uma espécie de “bibliocarro” irá estacionar em frente ao Bairro do Bom Pastor e não chegará sozinho. Consigo, tratará “A Poesia por companhia”, que pretende fidelizar novos leitores, normalmente oriundos de contextos de vulnerabilidade social.

Uma hora depois, às 12h, é a vez de chegar a “Poesia Andante”. Nesta iniciativa, serão interpretados poemas do icónico autor Eugénio Andrade. As vozes são de Francisca Bartilotti, Isaque Ferreira, Ismael Calliano, Rui de Noronha Ozorio, Rui Spranger e Sandra Salomé, na Estação de Metro da Trindade.

Como nem só de palavras vive o ser humano, a Escola Básica e Secundária do Cerco organiza um almoço em que o ingrediente especial é a poesia. Esta refeição será engendrada pela comunidade escolar, ao que se seguirá uma apresentação do Plano de Literacia Mediática e uma conversa sobre o projeto “Público na Escola”. O evento contará com a participação de Bárbara Simões, jornalista, assim como de outros professores e alunos.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Umas horas depois, por volta das 15h, é a vez da Biblioteca Popular Pedro Ivo receber um manifesto poético, por intermédio dos alunos da Escola Profissional de Economia Social e artistas visuais portuenses. O manifesto em questão chama-se “Poesia em forma de Abril”.

Tal como refere a mesma fonte de informação, o espaço irá acolher, em paralelo, entre as 10h e as 17h, oficinas que servem como preparação para o manifesto. Estas serão desenvolvidas pela Oficina Arara.

E como celebração não é celebração sem um pouquinho de música, por volta das 17h, é a vez do Coro Intergeracional e Multicultural da Palavra Dita fazer ecoar bonitas melodias através do espetáculo “Co(r)po de Intervenção”, que acontecerá na Casa do Infante, na Ribeira.

Recorde-se que a programação referida faz parte da Semana da Leitura, que é dinamizada pelo Plano Nacional de Leitura (PNL). O objetivo é despertar o interesse da população para esta temática e fomentar a literacia.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem