PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Natixis pretende alargar no Porto

Natixis pretende alargar no Porto

O banco de investimento francês Natixis pretende duplicar o número de quadros qualificados no Porto até ao final de 2019. As palavras são da diretora-geral para o país, Nathalie Risacher, numa entrevista recente à revista Exame.

Desde que, em março, instalou na cidade o seu centro de competências tecnológicas e de informação, o banco de investimento francês já recrutou cerca de 350 profissionais. Mas a expansão vai seguramente continuar. Com várias possibilidades a nível mundial para a instalação do mais importante centro de competências do Natixis, os exigentes critérios de escolha indicaram, em 2017, que o Porto seria a melhor cidade para se fixar.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Recorde-se que já em março deste ano, o presidente do banco francês, Laurent Mignon, tinha considerado a instalação no Porto “a solução perfeita”. O nível de qualificação dos recursos humanos, aliado à forte qualidade do ensino superior, à mentalidade internacional, bem como a “energia, disponibilidade e orgulho”, foram as mais-valias identificadas pelo dirigente.

Refira-se que a Natixis pertence ao Groupe BPCE – Banque Populaire e Caisse d’Epargne, o segundo maior grupo financeiro em França, com 31 milhões de clientes, duas redes de banca de retalho e mais de 17.000 funcionários em 38 países, dedicando-se  à gestão de ativos, de seguros e de serviços financeiros a nível global. Chegou ao Porto em março deste ano, num investimento que rondou os 23,5 milhões de euros.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile