PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Museu dos Clérigos tem nova exposição que não pode mesmo perder

Museu dos Clérigos tem nova exposição que não pode mesmo perder

Muito do carisma que associamos à cidade do Porto também advém da sua cultura ímpar, que faz da Invicta um destino de eleição. Posto isto, a novidade é que chegou nesta terça-feira, 4 de junho, uma nova exposição ao Museu dos Clérigos.

Nesta exposição, o objetivo é celebrar a cidade do Porto, a partir do “olhar incisivo” de Marta Vilarinho de Freitas. Chama-se “Porto, Por Marta” e ficará patente até ao dia 31 de julho.

Posto isto, o que é que poderá ver no local? Como é referido em nota à imprensa, terá acesso a “mais de dezena e meia de desenhos originais, diversas serigrafias e uma seleção de rascunhos inéditos de trabalhos da artista-arquiteta”.

Entre as obras que poderão ser observadas no Museu dos Clérigos, pode ser observado um período temporal de 10 anos. Do ponto de vista do público, faz-se uma espécie de viagem pelo Porto, que começa em 2014.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Segundo a artista, a exposição tem como tema central a cidade e a obra tende a ter traços muito finos. Estes serão capazes de chegar aos mais ínfimos pormenores da cidade, que merecem mesmo ser vistos através do trabalho da artista. 

Como refere Marta Vilarinho de Freitas, “o Porto sempre mereceu especial destaque no meu trabalho, é onde vou constantemente buscar inspiração para os meus desenhos: a beleza da cidade, a sua arquitectura ímpar e a sua história concentram nesta exposição o rendilhado de casario, a complexidade de ruas e vielas e entrosadas varandas e varandins”.

A própria ainda acrescenta que “como arquiteta, gosto muito de observar a cidade, as suas geometrias, a sua morfologia e formas, o contraste entre os cheios e os vazios, os elementos verticais – como a Torre dos Clérigos – e os elementos horizontais, no equilíbrio do desenho e da sua harmonia visual”.

Assim sendo, está visto que todos os caminhos vão dar ao Museu dos Clérigos, onde, mais do que nunca, se celebra o património e o legado da cidade Invicta. A exposição pode ser observada até ao dia 31 de julho.

PUBLICIDADE

PUB
PD- Revista Sabe bem