Philips

Museu do Holocausto do Porto reabre com entradas gratuitas

Museu do Holocausto do Porto reabre com entradas gratuitas

O Museu do Holocausto do Porto volta a abrir as portas no final o mês, a 31 de março, após três meses de encerramento.

Devido à situação pandémica, encerrou temporariamente no final do ano passado, no entanto volta a abrir no Dia Nacional da Memória das Vítimas da Inquisição. Apesar de encerrado, o espaço continuou a receber escolas de norte a sul do país.

Recorde-se que durante o ano de 2021,  o museu acolheu “40 mil visitantes, principalmente jovens”, “o visitante-tipo do Museu do Holocausto é o adolescente e o cidadão comum”, referiu Jacob Levi, membro da Comunidade Judaica do Porto (CIP/CJP), em maio do ano transato.

Este ano, a entrada continuará a ser gratuita para todas as idades, e o museu poderá ser visitado de segunda a sexta-feira, das 14h30 às 17h30.

Esta estrutura foi criada pela Comunidade Judaica do Porto, e pretende retratar a vida judaica nos mais variados momentos da história, desde o Nazismo, passando pelos campos de concentração, à libertação.

Gabriela Cantergi, membro da Direção da Comunidade, indica que “o Museu do Holocausto foi concebido para fazer parte de um projeto inter-religioso, filantrópico e de combate ao antissemitismo que envolve cursos para professores, filmes sobre a história dos judeus em Portugal e visitas ao Museu Judaico e à Sinagoga. Contudo, a enorme dimensão que tomou em tão pouco tempo fez dele um equipamento autónomo já adotado pela sociedade”.

PUB
www.pingodoce.pt/campanhas/sabor-do-mes/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=carne&utm_campaign=sabordomes