PUB
Recheio 2024 Institucional

Mural de Vhils no São João já está pronto

Mural de Vhils no São João já está pronto

O artista português Alexandre Farto, mais conhecido por Vhils, esculpiu nas instalações do Centro Hospitalar Universitário de São João (CHUSJ), no Porto, a imagem de 10 profissionais de saúde que representam todos os que combatem, na linha da frente, a pandemia da Covid-19.

No mural estão retratados médicos, enfermeiros, auxiliares, pessoal da manutenção, alimentação, limpeza e até a equipa da direção. “A disposição das pessoas na composição, lado a lado, visa simbolizar não só o conceito de linha da frente mas também a cooperação e o trabalho em equipa”, aponta o CHUSJ.

“Os rostos destas pessoas – os verdadeiros heróis do dia a dia, que são muitas vezes esquecidos – foram assim gravados na memória das paredes do hospital, de modo a sublinhar quer a sua importância individual quer a importância do Serviço Nacional de Saúde”, salienta Vhils.

“Esta obra é um agradecimento e uma sentida homenagem, em meu nome e em nome da equipa do Vhils Studio, a todos aqueles que se encontram na linha da frente, quer da presente pandemia quer dos cuidados de saúde diários, pela importância que têm na vida de cada um de nós. É um enaltecer da coragem, da dedicação e do altruísmo com que colocam as suas vidas em risco pela defesa das nossas”, acrescenta ainda o artista, citado pelo CHUSJ.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Já Fernando Araújo, presidente do Conselho de Administração do CHUSJ, assinala que “os profissionais do Centro Hospitalar Universitário de São João demonstraram um inexcedível espírito de missão e foram incansáveis na resposta à pandemia de COVID-19”.

“Este magnífico mural de Vhils, que representa os rostos que estiveram na linha da frente, corresponde a um desejo e a um desafio lançado pelo Conselho de Administração, como forma de reconhecimento pelo seu empenho e dedicação. Esse sentimento ficará para sempre gravado na pedra, na entrada da instituição, onde poderá ser visto, todos os dias, por milhares de profissionais e utentes. A mensagem mais importante e que nunca poderá ser esquecida é que o maior ativo do nosso hospital são os seus recursos humanos”, acrescenta o responsável.

Assim, a partir desta sexta-feira, 19 de junho, esta nova e simbólica linha da frente irá acompanhar todas as pessoas que entrarem ou saírem do CHUSJ, pelo Atrium de Hospitalidade, “de modo a não nos esquecermos daqueles que trabalham para o bem-estar da população, no apoio e serviço à comunidade”, afirma Vhils.

 “Gostaria de expressar o meu profundo agradecimento a todas as pessoas envolvidas direta e indiretamente neste projeto, assim como a todos os trabalhadores do Serviço Nacional de Saúde e a todos os profissionais de saúde de todo o mundo”, conclui o artista.

PUBLICIDADE
PUB
PD- Revista Sabe bem