PUB
CMPorto

Movimentos musicais geram novo debate no Porto

Movimentos musicais geram novo debate no Porto

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
“Cruzar as fronteiras das cenas musicais ‘underground’” é o mote da segunda edição do congresso internacional “Keep it simple, make it fast” (KISMIF).

A cidade do Porto vai acolher, entre os dias 15 e 17 de julho, a segunda edição do congresso internacional “Keep it simple, make it fast! Underground music scenes and DIY cultures”, que pretende “cruzar as fronteiras das cenas musicais” e procurar encontros com as artes plásticas, a arquitetura e outras expressões artísticas.
A iniciativa estreou em 2014 e contou com a participação de 200 pessoas de 30 países. Este ano, o encontro será antecedido de uma escola de verão, entre 13 e 14 de julho, com o título “Gettin’ Underground Together” (“Chegar ao submundo juntos”, em português). “Mantendo o foco na música ‘underground’ e nas suas possibilidades criativas para a resistência e DIY, alargamos a análise das cenas musicais considerando a interseção e o debate com outros campos culturais, artísticos e criativos (cinema e vídeo, grafiti e arte de rua; teatro e artes performativas; literatura e poesia; rádio; design gráfico, ilustração, cartoon e banda desenhada; etc)”, pode ler-se no documento da submissão de resumos.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile