PUB
CMPorto

Motas vão poder circular nas faixas Bus a partir de maio

Motas vão poder circular nas faixas Bus a partir de maio

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Zona-piloto abrange 14 artérias do centro da cidade.

Os motociclos e os ciclomotores vão poder circular em faixas Bus de algumas zonas da cidade do Porto, já a partir do mês de maio, na sequência de um projeto-piloto dinamizado pela autarquia local. Em comunicado enviado às redações, a Câmara do Porto informou que a medida, que será acompanhada por um estudo da Universidade do Porto, vai ser levada a aprovação do executivo na reunião camarária da próxima terça-feira, entrando em vigor a 1 de maio. Numa primeira fase, a iniciativa abragerá 14 artérias do centro da cidade, definidas de acordo com “pareceres, obrigatórios mas não vinculativos”, solicitados à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária e ao Instituto da Mobilidade e dos Transportes. Segundo adiantou a autarquia, no final dos primeiros seis meses, “deverá ser feita uma primeira avaliação global dos impactos desta medida”, podendo depois disso a zona-piloto “ser alargada para cerca de 50% da extensão total dos corredores Bus existentes na cidade”. Na nota de imprensa, esclarece-se ainda que, “caso os resultados sejam positivos”, no final dos 18 meses desta experiência, “a permissão poderá ser alargada na generalidade a toda a cidade”.
“Esta medida poderá trazer vantagens em termos de redução do tempo de viagem, redução dos níveis de emissão de CO2, aumento de segurança para os motociclistas, incentivo à transferência modal do automóvel para o motociclo e, não menos importante, redução do tráfego automóvel”, conclui a autarquia. A Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) será a entidade responsável pela avaliação de “todos os impactos, negativos e positivos, que a permissão de circulação de ciclomotores e motociclos nos corredores Bus terá no sistema de transportes”.

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce