PUB
Recheio 2024 Institucional

Moradores do Lagarteiro “revoltados” com corte de luz

Moradores do Lagarteiro “revoltados” com corte de luz

Dívidas de algumas famílias à EDP estiveram na origem do corte no fornecimento de eletricidade nos 13 blocos do Bairro do Lagarteiro.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Os residentes do Bairro do Lagarteiro, no Porto, estão “revoltados e tristes” com o “aparato policial” que envolveu, esta quinta-feira, o corte no fornecimento de eletricidade nos 13 blocos do complexo habitacional. De acordo com a presidente da Associação de Moradores do Lagarteiro, Fernanda Gomes, os elementos da EDP foram acompanhados ao bairro por várias carrinhas de intervenção policial, criando uma situação “pior do que uma rusga”. “Nós não somos nenhuns marginais nem delinquentes”, lamentou. A moradora revelou ainda que os cortes de eletricidade foram feitos nos 13 blocos do bairro, sem conseguir especificar o número de habitações afetadas. As dívidas de alguns cidadãos à elétrica estão na origem do sucedido. “As famílias em causa são pessoas que viram os seus rendimentos diminuir [e] mal têm dinheiro para a alimentação. Não têm como pagar (…) mas assumem a dívida que têm”, referiu Fernanda Gomes, acrescentando que “o problema é a forma como a EDP está a exigir o primeiro pagamento”, pedindo “logo 10% da dívida” que, em algumas situações, atinge os 5 mil euros.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/novo-ano-nova-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=cpc&utm_campaign=sabebem&utm_term=leaderboardmobile