Recheio

“Monstros Marinhos” tomam conta da Reitoria da Universidade do Porto

“Monstros Marinhos” tomam conta da Reitoria da Universidade do Porto

Diversas esculturas e instalações construídas pelo artista Ricardo Nicolau de Almeida, recorrendo apenas a plásticos recolhidos nas praias portuguesas, estão agora patentes no pórtico/átrio da Reitoria da Universidade do Porto, onde podem ser vistas até 31 de dezembro.

Organizada no âmbito das comemorações dos 20 anos do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental (CIIMAR-UP) e da Campanha Ocean Action, a exposição “Monstros Marinhos” retrata “este admirável novo normal, em que o plástico passou a fazer parte integrante dos ecossistemas aquáticos, como uma nova espécie invasora e predadora”.

Recorrendo a diferentes plásticos apanhados nas praias, a exposição patente na casa-mãe da U.Porto recria um fundo do mar composto por grandes criaturas imaginárias, coloridos e assustadores monstros marinhos que estão a colonizar o nosso oceano.

Um conjunto de figuras e máscaras humanas ocupam a “sala dos idiotas”; e um sem número de pequenas instalações “utilizam a história individual e a natureza de colecionismo de cada uma das peças de plástico, jogos de cor e de forma, a repetição e quantidade esmagadora de diferentes objetos de uso diário, para alertar para um problema de dimensões alarmantes”, avança a U.Porto.

“Estes monstros marinhos, figuras humanas e instalações fazem uma ligação feliz entre a ciência e a arte, onde a mensagem científica é transmitida através das sensações e emoções causadas pelo impacto visual das peças, incentivando assim uma reflexão crítica profunda sobre o nosso contributo para problema do lixo marinho e a necessidade de adoção de comportamentos ambientalmente mais responsáveis”, considera José Teixeira, da equipa do Gabinete de Comunicação do CIIMAR e curador da exposição,

De entrada livre, a exposição “Monstros Marinhos” pode ser visitada de segunda-feira a sábado, das 10h às 18h.

Foto: U.Porto

PUB
Pingo Doce Sabe Bem

Viva! no Instagram. Siga-nos.