Recheio 2023

Moção de Guilherme Pinto à distrital defende regionalização

Moção de Guilherme Pinto à distrital defende regionalização

O presidente da autarquia de Matosinhos, que enfrenta o presidente da câmara de Baião, José Luís Carneiro, nas eleições para a federação do PS/Porto, a 16 de junho, considera que é necessário “afirmar o Porto Liderante”, defendendo a afirmação do “balanço da governação socialista”. Na moção, a que a Lusa teve acesso, Guilherme Pinto assume querer vencer as autárquicas de 2013, esclarecendo que a próxima Federação Distrital do Porto terá de estar preparada para um momento de “regeneração do mapa político autárquico”. “Serão definidas, caso a caso, com cada estrutura local, as condições para a construção de uma base de apoio tão alargada quanto possível, abrindo o partido à possibilidade de coligação com outras forças políticas de esquerda”, pode ler-se no documento.
A regionalização é uma das soluções que o autarca sugere para o desenvolvimento do distrito, alertando que “promover a equidade territorial e a descentralização de atribuição de competências” são questões centrais que “infelizmente encontram uma oportunidade perdida na reforma administrativa e territorial lançada por este Governo”.
Por outro lado, a candidatura de José Luís Carneiro denuncia a “ditadura” do poder central em relação aos poderes locais, a retirada antecipada de cinco por cento da receita do IMI relativa ao ano de 2011 e a lei dos compromissos que “bloqueia a ação dos municípios na resposta às questões fundamentais”.

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/comida-fresca-takeaway/encomendas/menu-seleccao-do-chef/menu-dia-dos-namorados-3/?utm_source=cm&utm_medium=cpc&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=diadosnamorados&utm_campaign=menudochef