PUB
CMPorto

Metro do Porto com operação “fortemente condicionada” esta quinta-feira

Metro do Porto com operação “fortemente condicionada” esta quinta-feira

Depois dos constrangimentos verificados no início do mês, o Metro do Porto vai voltar a ter a sua operação “fortemente condicionada” no penúltimo dia do ano. Em causa está uma nova “greve” dos trabalhadores, com efeitos esta quinta-feira, 30 de dezembro.

Num comunicado divulgado na sua página oficial, a empresa informou que as linhas Azul (A), Vermelha (B), Verde (C), Violeta (E) e Laranja (F) vão estar encerradas e que existirão apenas “circulações muito pontuais” na Linha Amarela (D) e no tronco comum entre as estações Senhora da Hora e Campanhã.

“A capacidade de transporte será, por isso, muito limitada, não obstante serem desenvolvidos todos os esforços no sentido de minimizar os impactos”, assegurou.

De forma a solucionar os condicionamentos verificados, a Metro do Porto vai disponibilizar “um serviço de transportes alternativos em autocarro” nos segmentos das linhas Vermelha e Verde. Desta forma, a empresa indica que, entre as 6h00 e a 1h00, haverá autocarros disponíveis para clientes portadores de título Andante entre a Póvoa de Varzim e a Senhora da Hora (Linha Vermelha), com paragens nas estações de Metro da Póvoa, Vila do Conde e Senhora da Hora.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

Simultaneamente, haverá também “um serviço de autocarros em vaivém” no segmento entre o Fórum Maia e o ISMAI.

No mesmo comunicado, a empresa alerta para a realização do clássico entre o FC Porto e o SL Benfica, para a Liga Portugal, agendado para o dia da realização da greve, e explica que, “por motivos de segurança”, a Estação Estádio do Dragão se encontrará “encerrada e sem serviço”.

A Metro do Porto confirmou também o encerramento da Estação Combatentes, depois das 21h30, igualmente “por razões de segurança”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

PUB
Pingo Doce- Revista Sabe Bem