Philips

“Merecíamos estar na final de sábado”, diz Sérgio Conceição

“Merecíamos estar na final de sábado”, diz Sérgio Conceição

O FC Porto saiu, na terça-feira, derrotado (2-1) do jogo com o Sporting, nas meias-finais da Taça da Liga, que decorreu no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria. 

Um “bis” do suplente Jovane Cabral, aos 86 e 94 minutos, selou o triunfo dos leões, depois do maliano Marega adiantar os azuis e brancos, aos 79. “Um resultado caído do céu”, considerou o treinador dos dragões, depois do encontro. 

Para Sérgio Conceição, o FC Porto esteve “sempre por cima” e criou “muito mais situações” de golo do que o adversário.  “No primeiro remate enquadrado que fez, aos 86 minutos, o Sporting marcou, já depois de nós termos tido várias situações para termos um resultado diferente. Como se costuma dizer, foi um resultado caído do céu. Merecíamos estar na final de sábado”, afirmou. 

Agora, assegurou o técnico portista, há que olhar para o principal objetivo, que é o campeonato. “É nisso que temos que pensar agora”. 

A expulsão perdoada a João Palhinha e a expulsão de Vítor Bruno foi um dos assuntos abordados por Conceição no final do encontro. “Há algumas situações que cada vez me entristecem mais e não entendo porque é que o Vítor Bruno foi expulso por pedir o segundo cartão amarelo para o João Palhinha. E o João Palhinha devia ter visto o segundo cartão amarelo. Falei muito menos do que o treinador adversário e na primeira vez em que o João Pinheiro veio ao nosso banco, levei cartão amarelo”, apontou. 

De acordo com o treinador, há “dois pesos e duas medidas”, uma situação que, considera, se tem vindo a verificar ao longo de todos os jogos.  

“Não temos a mania que somos de uma região e que lutamos contra toda a gente, tem mesmo de ser contra tudo e contra todos. Sinto-me prejudicado”, completou. 

Foto: FC Porto

PUB
www.pingodoce.pt/produtos/take-away/encomendas/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_campaign=encomendasta&utm_term=banner&utm_content=050121-encomendaschef2021

Viva! no Instagram. Siga-nos.