CMPorto

Mercado do Bolhão abre ao público este ano

Mercado do Bolhão abre ao público este ano

Quase três anos depois de ter encerrado as portas ao público para obras de requalificação, o Mercado do Bolhão vai, finalmente, voltar a abri-las. Ainda não há data em concreto para tão solene momento, ansiosamente aguardado pelos comerciantes, pelos portuenses e pelos milhares de turistas que, diariamente, visitam a cidade do Porto, mas Rui Moreira adiantou que a reabertura deverá acontecer no segundo trimestre de 2022.

De acordo com informações avançadas pelo presidente da Câmara Municipal, aquando da aprovação do reforço de compensações para os comerciantes, o primeiro trimestre do ano será dedicado a todos os “ensaios e vistorias” necessárias à reabertura da infraestrutura e à instalação dos equipamentos, sinaléticas e toldos. Logo que estejam concluídos os trabalhos em causa, o município acredita que o monumento estará pronto a abrir portas à cidade e, assim, deliciar a população portuense, que almejava esta restauração há praticamente quatro décadas.

http://www.mercadobolhao.pt/fileManager/noticias/imagem_257_big.jpg
Fotografia: Site oficial Mercado do Bolhão

“Há trabalhos que têm de ser feitos nas lojas a quem já foram entregues as chaves, que têm de fazer as suas adaptações, e relativamente a instalações de equipamentos para os comerciantes”, explicou o autarca, destacando o desejo de os comerciantes se instalarem no Mercado do Bolhão “no final do primeiro trimestre”.

O espaço está de cara lavada, pintado com aquela que, segundo Moreira, é a sua “cor original” e, apesar do atraso da empreitada, comerciantes e portuenses já só pensam no dia em que o mercado vai voltar a respirar “vida” e a sentir a azáfama dos visitantes.

Questionado pelos vários atrasos na conclusão da obra, o presidente da Câmara Municipal explicou que existiram várias “condicionantes”, nomeadamente no que respeita ao betão do varandim, que chegou ao local da empreitada sem “condições de ser trabalhado”. “O caso foi levado à Direção do Património. E a tramitação durou mais de seis meses”, detalhou.

http://www.mercadobolhao.pt/fileManager/noticias/imagem_269_big.jpg
Fotografia: Site oficial Mercado do Bolhão

Além disso, impôs-se o problema da pandemia de covid-19, que, naturalmente, obrigou a alguns atrasos e verificou-se ainda a ocorrência de “outros problemas, arqueológicos, relativos a escavações e de outro tipo” e atrasos na chegada de material, como “um tipo específico de lousa”, que “demorou meses” a vir do estrangeiro.

Tendo em conta o adiamento da abertura ao público do Mercado do Bolhão, a Câmara Municipal aprovou, por unanimidade, continuar a assumir o compromisso de pagamento das indemnizações decorrentes dos acordos celebrados, em face da necessidade de reajustamento do prazo de conclusão da empreitada.

A empreitada de restauro do Mercado do Bolhão, recorde-se, foi consignada oficialmente a 15 de maio de 2018, estimando-se, na altura, um prazo de dois anos para a conclusão dos trabalhos de requalificação, assinados pelo arquiteto Nuno Valentim. Imediatamente, os comerciantes se mudaram para o centro comercial La Vie, na Rua de Fernandes Tomás, situado a menos de 200 metros do edifício histórico do Bolhão, local onde permanecerão até à conclusão oficial da obra.

Entre as várias novidades do novo Bolhão, destaca-se a construção de uma cave, em terreno outrora pantanoso, que ocupa “o miolo do edifício com câmaras frigoríficas, armazéns, produção de gelo, e com espaço destinado às cargas e descargas”. Além disso, este tem também uma zona de balneários e outra de separação e tratamento dos resíduos.

Note-se que, em 100 anos, Mercado do bolhão nunca tinha recebido uma intervenção de fundo. O novo capítulo da história do edifício está prestes a desvendar-se e promete surpreender a cidade, devolvendo-lhe um dos seus mais importantes valores patrimoniais.

A obra de restauro, orçada em cerca de 22,3 milhões de euros, está a ser realizada pela ACE – Lúcios & ACA, vencedora do concurso público internacional lançado pela autarquia.

Fotografia: Eugénio Leite

PUB
www.santander.pt/empresas/financiamento/fundos-europeus?utm_campaign=EMP_EMP_W040_EX_BN0T0_FundosEuropeus_ALL&utm_source=expresso&utm_medium=banner&utm_content=crtvy0

Viva! no Instagram. Siga-nos.