PUB
Sogrape - Mateus Rosé

Matosinhos terá unidade de cuidados continuados para crianças em 2015

Matosinhos terá unidade de cuidados continuados para crianças em 2015

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
O “Kastelo”, um projeto da associação Nomeiodonada que visa a prestação de cuidados continuados e paliativos a crianças, foi premiado com 100 mil euros que vão ser usados para equipar o ginásio de fisioterapia.

A 5.ª edição do prémio BPI Capacitar entregou à Associação Nomeiodona um quinto do valor total de 500 mil euros entregues a 25 instituições para projetos de inclusão social, depois de uma seleção de 264 candidaturas apresentadas.
“Se não fosse este prémio [BPI Capacitar] não conseguíamos abrir no primeiro trimestre de 2015, porque não tínhamos verba para o equipamento da unidade de fisioterapia. Prevemos que a entrega da obra seja feita na terceira semana de janeiro e precisamos de pelo menos mais um mês para equipar”, declarou à agência Lusa a enfermeira Teresa Fraga, responsável pelo projeto e pelo equipamento situado no concelho de Matosinhos.
O “Kastelo”, que abrirá portas no início de 2015, terá capacidade para 30 crianças, e irá acolher 22 a necessitar de cuidados continuados, quatro a precisar de cuidados paliativos (nos casos em que as doenças ou processos crónicos e incuráveis estão em fase terminal) e quatro no centro de dia.
A responsável adiantou ainda que a unidade estará aberta 24 horas por dia, com uma unidade de dia e outra de internamento, destinado a crianças e jovens dos zero aos 18 anos com o objetivo de servir também “para descanso do cuidador”.
“Tratar de uma criança 24 horas por dia, muitas vezes com outros filhos, é muito difícil”, disse Teresa Fraga aquando do lançamento da primeira pedra do “Kastelo”, em novembro de 2013, acrescentando que “esta casa vai contribuir para isso. Os pais podem deixar as crianças durante um período para descansarem, podem deixar e vir buscar ao fim de semana, podem vir ao fim do dia. E estará aberta durante 24 horas por dia, portanto podem vir à hora que quiserem, de acordo com os seus horários de trabalho”.
O “Kastelo” ficará instalado numa casa, localizada na Rua Godinho Faria nº 399 em São Mamede de Infesta, cedida à associação Nomeiodonada pelo Centro Hospitalar do Porto, que lhe havia sido doada por Marta Ortigão com o objetivo de ser utilizada exclusivamente por crianças doentes.

PUBLICIDADE

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/uma-pascoa-saborosa-com-a-sabe-bem/?utm_source=vivaporto&utm_medium=banner&utm_term=banner&utm_content=0324-sabebem78&utm_campaign=sabebem