Philips

Matosinhos: Programa “Chave de Afetos” chega a 300 idosos

Matosinhos: Programa “Chave de Afetos” chega a 300 idosos

O programa domiciliário “Chave de Afetos”, que visa a prestação de cuidados de teleassistência a pessoas com mais de 65 anos e em condição de vulnerabilidade social, residentes em Matosinhos, chegou, durante o ano passado, a 295 pessoas, revelou a Câmara Municipal. 

A parceria, criada em 2020, com a Santa Casa da Misericórdia do Porto, permitiu que o município alargasse significativamente os equipamentos que dispunha para o Serviço de Teleassistência Domiciliária, criado em 2007, no âmbito do programa “Matosinhos Sénior”. “Passamos de 160 equipamentos a mais 240”, sublinha. 

Recorde-se que o programa é destinado a pessoas “sem retaguarda familiar ou insuficiente e cujo rendimento per capita mensal é inferior ao Salário Mínimo Nacional”. 

De acordo com o município, os idosos abrangidos pelo programa têm à disposição, no seu próprio domicílio, “um dispositivo tecnológico de fácil utilização, que dá acesso automático a um operador disponível 24 horas por dia e 365 dias por ano, com várias funções”.  

O objetivo, realça, é permitir “resposta imediata, em situações de emergência de saúde, segurança ou solidão”. 

Os interessados em aderir ao Serviço de Teleassistência Domiciliária/Programa Chave de Afetos devem inscrever-se na Loja do Munícipe da Câmara Municipal, nas Uniões de Freguesias, na Matosinhos Habit e na Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Leça do Balio ou então online, através do e-mail [email protected]

PUB
www.pingodoce.pt/pingodoce-institucional/revista-sabe-bem/diga-ola-ao-verao-com-a-sabe-bem/?utm_source=cm&utm_medium=banner&utm_term=leaderboardmobile&utm_content=sabebem&utm_campaign=sabebem