PUB
Recheio 2024 Institucional

“Matosinhos à Conversa” recorda Egito Gonçalves

“Matosinhos à Conversa” recorda Egito Gonçalves

Um dia antes de se assinalar o dia Mundial da Poesia, a Câmara Municipal de Matosinhos vai recordar o poeta matosinhense Egito Gonçalves. 

A homenagem vai decorrer durante a iniciativa “Matosinhos à Conversa”, marcada para o próximo sábado, dia 20 de março, numa conversa a quatro vozes, que contará com a presença de vários amigos do poeta. 

Entre as figuras convidadas estão Jorge Velhote e Manuel Alberto Valente, que falarão sobre “as vivências de uma das figuras centrais da intervenção cultural na segunda metade do século XX”, e o poeta Renato Filipe Cardoso, que será responsável por guiar a conversa. 

Também a presidente da Câmara Municipal marcará presença no evento, que será transmitido na página de Facebook do município.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

O “Matosinhos à Conversa” tem início às 18h00. 

Recorde-se que o poeta Egito Gonçalves iniciou a sua obra literária em 1950 com o livro “Poemas para os Companheiros da Ilha”, estando, desde sempre, ligado à região Norte, em concreto a Matosinhos e ao Porto, conciliando a sua vocação poética com diversos outros empregos e a intervenção política. 

Entre as várias obras que escreveu destacam-se “A Evasão Possível” (1952), “O Vagabundo decepado” (57), “Memória de Setembro” (57), “A Viagem com o Teu Rosto” (58), “Os Arquivos do Silêncio” (63) “O Fósforo na Palha” (67), “O Amor desagua em Delta” (antologia, 71) e “E no Entanto Move-se” (95). 

“O seu poema «Notícias do Bloqueio», escrito em 1952, constitui um verdadeiro símbolo da oposição ao regime salazarista e traduz a empenhada intervenção política e cívica do poeta, bem notória quer antes, quer depois do 25 de abril”, salienta o município de Matosinhos. 

PUBLICIDADE

PUB
Prémio Literatura Infantil Pingo Doce