PUB
Recheio 2024 Institucional

Matosinhos acusa APDL de prejudicar o concelho com demora no arranjo das praias

Matosinhos acusa APDL de prejudicar o concelho com demora no arranjo das praias

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR
Em causa está a remoção e movimentação de areias.

A Câmara de Matosinhos defendeu esta terça-feira que a APDL está a prejudicar o município pelo facto de as praias não estarem preparadas para a época balnear, pedindo ao Governo que transfira a jurisdição das zonas de frequência de público para as autarquias.
“Foi com grande pesar que se constatou que um dos principais ativos de Matosinhos – as praias de Matosinhos e de Leça da Palmeira – não estão ainda preparados para a época balnear e, pior do que isso, não estão preparados para receber os veraneantes que ocorrem a Matosinhos todas as épocas do ano”, sublinhou o autarca local, Guilherme Pinto, no final da reunião privada do executivo. “Não podemos aceitar que a APDL esteja a prejudicar o concelho. Mais se reforça a ideia de solicitar ao Governo que transfira para a área da jurisdição da Câmara de Matosinhos, Porto e Gaia as áreas da frequência de público, independentemente das restrições que possam existir pelo facto destas praias estarem perto de uma estrutura portuária”, acrescentou o responsável.  O presidente da câmara garantiu ainda que “está tudo acertado” com a autoridade portuária, pelo que afirma não entender porque “é que a APDL não passa das palavras aos atos”. Em causa está, sobretudo, a remoção e movimentação de areias.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz