PUB
Recheio 2024 Profissional

Máscara deixa de ser obrigatória nos transportes e farmácias

Máscara deixa de ser obrigatória nos transportes e farmácias

A ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou esta quinta-feira, o fim da utilização de máscara nos transportes públicos de passageiros devido à pandemia de covid-19.

Após reunião do Conselho de Ministros, Marta Temido sublinhou que “atendendo à manutenção da evolução favorável, com uma tendência controlada da utilização dos cuidados de saúde e também com a informação cientifica disponível, [o Conselho de Ministros] entendeu ser adequado pôr fim à obrigatoriedade de utilização de máscaras ou viseiras nos transportes públicos de passageiros e também em táxis e TVDE”.

PUBLICIDADE - CONTINUE A LEITURA A SEGUIR

A ministra adiantou também que o uso da máscara de proteção deixa de ser obrigatório nas farmácias de venda ao público. Contudo, Marta Temido relembrou que continua a ser necessário usar máscara nos hospitais e em lares de idosos.

“Mantém-se a obrigatoriedade de utilização de máscaras em estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde, face à particular exposição das pessoas que a eles recorrem, e nos estabelecimentos residenciais para idosos e estruturas semelhantes”, frisou.

PUBLICIDADE

PUB
PD-Bairro Feliz